Prova de fogo para o Pequi

Time mineiro busca evoluir para dar mais um passo importante rumo à classificação para os play-offs

iG Minas Gerais | Thiago Prata / Bruno Trindade |

Desafio. 
Depois de ter perdido para o Minas, mesmo fazendo um bom jogo, Montes Claros vai enfrentar agora o Vôlei Brasil Kirin
PEDRO GONTIJO / O TEMPO
Desafio. Depois de ter perdido para o Minas, mesmo fazendo um bom jogo, Montes Claros vai enfrentar agora o Vôlei Brasil Kirin

A campanha até o momento não é a ideal. Houve mais derrotas do que vitórias. No entanto, as atuações nas três últimas partidas demonstraram uma melhoria considerável de rendimento. Dentro desse cenário, espera-se uma evolução do Montes Claros Vôlei na busca por um lugar nos play-offs. E nesta quinta-feira a equipe mineira terá uma prova de fogo, em que um resultado positivo pode encher os comandados de Marcelinho Ramos de moral e representar um passo importante rumo à classificação.

Depois de abocanhar sete pontos nos três jogos passados – as vitórias sobre São Bernardo Vôlei-SP, por 3 a 1, e Vôlei Canoas-RS, por 3 a 0, e o revés para o Minas Tênis Clube, por 3 a 2 –, o Montes Claros encara o Vôlei Brasil Kirin-SP, às 19h, no ginásio Taquaral, em Campinas, pela 11ª rodada do torneio nacional, com transmissão do canal SporTV.

Não poderia haver melhor momento para o time mineiro do que enfrentar o terceiro colocado e um dos favoritos ao título, para comprovar que o clube tem condições de chegar à próxima fase e fazer jus ao apelido de Pequi Atômico. E os atletas estão empolgados e cheios de brio a fim de surpreender dentro de quadra.

“Com certeza. Vamos enfrentar uma equipe que está lá em cima e que tem ganhado a maioria dos jogos. Vamos pra cima, independentemente da regularidade deles. Estamos numa crescente. Nos últimos três ou quatro jogos tivemos uma crescente no torneio”, destacou o líbero Ezinho.

Ao mesmo tempo que a confiança transpira, é fundamental que ela se traduza em um bom desempenho. “A gente está no caminho certo, ocupamos a sexta colocação e esperamos ficar entre os oito e classificar. Temos de melhorar principalmente a recepção. E acertar mais o passe e o ataque. É isso que mais faz a diferença”, comentou Ezinho.

O Montes Claros tem 13 pontos na classificação, tendo vencido quatro jogos e perdido seis. Já o Brasil Kirin, com 25, deixou a vice-liderança na rodada passada, após a derrota para o Sada Cruzeiro, por 3 sets a 0, em Contagem, aliada ao triunfo do Funvic-Taubaté-SP, por 3 a 0, sobre o São Bernardo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave