Aécio vem a MG “unir a base”

Segundo ele, a maior dificuldade na votação dos projetos ocorre porque não foi possível fazer acordo com a oposição

iG Minas Gerais | Lucas Pavanelli |

O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) vem a Minas hoje para uma conversa com os deputados estaduais da base do governo. Ele se reúne pela manhã com os parlamentares para tentar unir a base nas votações dos projetos da Assembleia que podem impactar as contas do próximo governo, do petista Fernando Pimentel.  

Se a oposição decidiu que vai continuar obstruindo as sessões para evitar que os aliados do governador Alberto Pinto Coelho (PP) aprovem as “pautas-bomba” para o ano que vem, os deputados que apoiam o pepista já falam em se empenhar mais para tentar votar as matérias de interesse do Executivo.

A partir de semana que vem, a Casa vai realizar sessões extraordinárias às segundas e sextas-feiras. “Hoje (ontem) houve um empenho maior, mas faltaram dois deputados. Alguns estão viajando. Mas estaremos nos concentrando mais a partir de semana que vem”, garante o líder de governo, Luiz Humberto Carneiro (PSDB).

O tucano diz não acreditar que parlamentares “independentes” estejam fazendo corpo-mole para cair o quórum das sessões e evitar que os projetos sejam aprovados. “Vários partidos que vão estar do lado de lá no ano que vem ainda têm compromisso com este governo”, afirma.

Segundo ele, a maior dificuldade na votação dos projetos ocorre porque não foi possível fazer acordo com a oposição. “Em 90% dos casos, as votações ocorrem com acordo. Dessa vez não foi possível. Entendemos que esse acordo é difícil. Para isso, vamos nos empenhando junto à base aprovar esses projetos. Precisamos de 39 deputados do nosso lado”, contabiliza.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave