Cúpula atleticana tenta solução para refinanciamento fiscal

Presidente Daniel Nepomuceno, o presidente da OAB-MG, Luis Cláudio da Silva, e outros diretores viajaram nesta quarta-feira

iG Minas Gerais | THIAGO NOGUEIRA |

Daniel Nepomuceno assumiu a presidência do Atlético último dia 3
LÉO FONTES/O TEMPO
Daniel Nepomuceno assumiu a presidência do Atlético último dia 3

Uma comitiva formada por diretores do Atlético, inclusive o presidente Daniel Nepomuceno, está em Brasília para tentar solucionar o imbróglio do Programa de Refinanciamento Fiscal (Refis), que o clube chegou a aderir, mas teve o pedido de homologação indeferido pelo juiz federal da 26ª Vara Federal, André Gonçalves de Oliveira Salce, no início do mês.

O diretor jurídico Lásaro Cunha, o diretor de planejamento, Rodolfo Gropen e o vice-presidente Sérgio Sette Câmara viajaram para a capital federal acompanhado do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, seção Minas Gerais (OAB-MG), Luís Cláudio da Silva.

Por conta das ações movidas pelo juiz federal, que prejudicaram o alvinegro na temporada, o clube pediu a remoção de Salce da causa, por entender que ele está sendo parcial em suas decisões, o que estaria atrapalhando o pagamento da dívida pelo clube.

No fim de novembro, Salce indeferiu o pedido de homologação do acordo, entendendo que poderia haver prejuízo aos cofres públicos no valor de R$ 30 milhões. Além disso, condenou o Galo por litigância de má-fé, obrigando a agremiação a pagar R$ 2 milhões.  

Leia tudo sobre: Daniel NepomucenoRefisAtléticoBrasília