Mancini é demitido do Botafogo e rechaça mágoa

Após o fracasso na tentativa de manter o Alvinegro na Série A, técnico mostrou interesse em seguir no clube para buscar o retorno à elite

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Treinador pode ter problemas no STJD por causa dos xingamentos durante a partida contra o Cruzeiro
Vitor Silva / SSPress
Treinador pode ter problemas no STJD por causa dos xingamentos durante a partida contra o Cruzeiro

Prestes a embarcar para o exterior para curtir férias com a família, o técnico Vágner Mancini foi dispensado do comando do Botafogo. A demissão ocorreu através de telefonema feito pelo vice-presidente de futebol Antonio Carlos Mantuano Sabato.

Mancini já havia manifestado o interesse em permanecer no Botafogo no ano que vem, a fim de tentar recolocar o time na Série A, no entanto, ele informou que a decisão por dispensá-lo fez parte do planejamento da nova diretoria do clube, que pretende enxugar os gastos.

“Eu disse que gostaria de ficar, mas para isso teriam de ser cumpridas algumas condições que eu exigiria, principalmente em relação a pagamento de salários e estrutura. Passei isso ao Mantuano. Não estou decepcionado. É um direito da diretoria. Desejo boa sorte ao Botafogo”, disse.

“Eles me disseram que vão implementar uma política de austeridade e que, assim, não têm como ficar comigo. Agradeceram pelo que fiz”, concluiu.

Além do auxiliar técnico Eduardo Hungaro, que foi demitido no início de dezembro, e Mancini, outro que não continuará no Botafogo em 2015 será o então diretor de futebol do  Alvinegro, Wilson Gottardo. A notícia teria chegado até ele pela internet, o que o irritou bastante. Um áudio com críticas a Mantuano está circulando em redes de mensagens instantâneas.  

“Infelizmente aconteceu o pior. Eu não esperava, acreditava que (o time) poderia escapar, mas o descontrole de algumas pessoas e a má gestão de outras, e não estou falando apenas do (lado) financeiro, não, levaram o Botafogo ao buraco. Dava para escapar, mas coisas que aconteceram internamente, e que eu não vou revelar, porque o tempo vai mostrar mais tarde, quando a poeira baixar. E ser demitido pela internet é um absurdo. Já não concordei quando fizeram isso com o Hungaro. Independentemente de gostarem dele ou não, chama o cara e conversa. Agora estou vendo aqui que eu e o Mancini também. Não tenho nada a ver com o Mancini, não quero ter meu nome relacionado a ele, pois são departamentos diferentes, mas ser (demitido) pela internet eu não concordo. É uma falta de respeito. E olha que eu já estive com o Mantuano várias vezes, conversei com ele várias vezes, e fica me tratando dessa forma. Eu lamento muito que o Botafogo esteja com esse comportamento.

Vágner Mancini treinou o Botafogo por quase oito meses, tentando livrar o time do rebaixamento. Foram 42 partidas, com 10 vitórias, sete empates e 25 derrotas. 

Leia tudo sobre: botafogotecnicodemissaomantuanofutebolmancinicaiudemitidoserie b