Prefeitura publica normas para adoção de Academias a Céu Aberto

As empresas ou pessoas que se interessarem deverão fazer a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos das academias

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Academia a Céu Aberto nº 300, na vila Nossa Senhora de Fátima, foi inaugurada no último dia 6
PBH/divulgação
Academia a Céu Aberto nº 300, na vila Nossa Senhora de Fátima, foi inaugurada no último dia 6

Foi publicada nesta quarta-feira (10) pela Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), no Diário Oficial do Município (DOM), as normas para pessoas físicas e jurídicas que quiserem adotar uma das 300 Academias a Céu Aberto distribuídas pelas nove regiões da capital.

O programa prevê que quem aceitar adotar o espaço deverá ficar responsável pela manutenção preventiva, que é formada basicamente pela ação sistemática de controle e monitoramento das academias. O objetivo é reduzir ou impedir falhas no desempenho dos equipamentos, por meio de lubrificação, ajustes, higienização e limpeza dos equipamentos e ao seu redor.

Os interessados também deverão fazer a manutenção corretiva e reformas no espaço, substituindo peças e acessórios, fazendo soldas e retoques de pintura, dentre outras ações similares. A adoção será feita por meio de condições que serão estabelecidas em um termo de cooperação firmado entre a pessoa física ou jurídica e o município, por intermédio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL).

As normas ainda explicitam que o adotante poderá, caso queira, contratar serviços especializados para realizar as manutenções necessárias. Em contrapartida, o responsável pelos espaços poderão colocar placas no local informando sobre a parceria com o município, sendo que o formato dos informativos deverão estar de acordo com as normas publicadas no DOM.

Além disso, qualquer implantação ou modificação nos equipamentos das academias a céu aberto deverá ser previamente aprovada pela SMEL. Por fim, as normas estabelecem que as melhorias feitas nas academias serão incorporadas ao patrimônio da PBH, sem direito a indenização ou retenção por parte do adotante.

Os interessados podem ver todas as normas clicando AQUI.

Academia nº 300

No último sábado (6), foi inaugurada a 300ª Academia a Céu Aberto, na Vila Nossa Senhora de Fátima, na Serra, na região Centro-Sul de Belo Horizonte. Os equipamentos permitirão aos moradores da região fazer alongamentos, exercitar as pernas e braços, além de melhorar a flexibilidade das articulações. A academia foi instalada na rua São Miguel Arcanjo, nº 215, em frente Centro Cultural Vila Fátima.

As 300 academias foram instaladas pela SMEL em praças e parques de  todas as nove regiões da cidade desde 2009, quando o programa teve início. Os equipamentos dão condições para pessoas de todas a idades e até deficientes praticarem exercícios.

De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer, Patrick Drumond, a PBH tem promovido a saúde da população por meio das Academias a Céu Aberto. “A promoção de atividades físicas ao ar livre tem levado à conscientização das pessoas a respeito da importância de se prevenir contra doenças ocasionadas pelo sedentarismo, além de se sentirem incluídas no cotidiano da cidade”, destacou.

Veja os equipamentos das academias

- Simulador de cavalgada: Aumenta a mobilidade dos membros inferiores e desenvolve a coordenação motora.

- Esqui: Aumenta a flexibilidade dos membros inferiores, quadris e membros superiores e melhora a função cardiorrespiratória.

- Alongador: Alonga articulações dos membros superiores, cintura escapular, tronco e cintura pélvica.

- Multiexercitador: Fortalece, alonga e aumenta a flexibilidade dos membros superiores e inferiores.

- Rotação dupla diagonal e rotação vertical: Fortalecem os membros superiores, melhoram a flexibilidade das articulações dos ombros e aumentam a mobilidade das articulações dos ombros e dos cotovelos.

- Simulador de remo: Fortalece a musculatura das costas e ombros.

- Pressão de pernas: Fortalece a musculatura das coxas e quadris, melhora a flexibilidade e a agilidade dos membros inferiores, quadris e região lombar.

- Rotação vertical triplo: Fortalece os membros superiores e melhora a flexibilidade das articulações dos ombros.

- Pressão de pernas tripla: Fortalece a musculatura das coxas e dos quadris.

- Supino: Fortalece os grupos musculares peitorais, ombros e articulações dos ombros e braços.