IBGE diz que 36,3% dos homens e 13% das mulheres consomem álcool

Especialista diz que o fato de as mulheres beberem menos está ligado a elas viverem mais; estudo apontou que maiores consumidores tem idades entre 25 e 39 anos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

EUA. A cevada fermentada, a cerveja, substituiu a cidra com a chegada de imigrantes no século XIX
arquivo stockxpert
EUA. A cevada fermentada, a cerveja, substituiu a cidra com a chegada de imigrantes no século XIX

Uma pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quarta-feira (10) mostra que o percentual de homens que consome bebida alcoólica é quase três vezes maior do que o das mulheres no país. 36,3% (ou 25 milhões) deles tomam algum tipo de bebida alcoólica uma vez ou mais por semana, enquanto 13% (ou 10 milhões) das mulheres ingerem álcool.

A coordenadora de Trabalho e Rendimento do IBGE, Maria Lucia Vieira, uma das responsáveis pela pesquisa, afirma que o fato de as mulheres beberem menos está ligado a elas viverem mais.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o consumo abusivo de bebidas alcoólicas é considerado um fator de risco das principais doenças crônicas não transmissíveis, bem como de acidentes e atos violentos.

O levantamento revelou ainda que os moradores com curso superior completo (30,5%) são os que mais consomem álcool. "Pode ter a ver com a renda", diz a coordenadora.

O estudo inédito revela ainda que os maiores consumidores estão na faixa etária de 25 a 39 anos (28,5%), enquanto a faixa de 60 anos ou mais tem o menor percentual (14,2%). O levantamento também inclui as raças dos consumidores, sendo 26,5% da preta, 25,3% da branca e 22,1% da parda.

As pessoas com curso superior completo (30,5%) se destacam como as que mais tomam bebidas alcoólicas, e as sem instrução e com ensino fundamental incompleto como as que têm menos consumo (19%).

Outro destaque foi o percentual de 24,3% de quem já bebeu e dirigiu - que variou de 20,8%, na região Sudeste, a 29,6%, no Centro-Oeste. Esses números foram maiores entre os homens (27,4%) do que entre mulheres (11,9%).

O IBGE visitou um total de 80 mil casas em 1.600 municípios para a conclusão da Pesquisa Nacional de Saúde em 2013. Depois calculou estimativas em cima das 146,3 milhões de pessoas com 18 anos ou mais de idade no país.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave