Investigado é preso durante entrevista

Durante a entrevista, Armando Cruz alegou que sua mulher é “honesta” e que ele estaria sendo vítima de represálias por parte do delegado Jonas Tomazi

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda / José Vítor Camilo |

Depois de prender seis pessoas em Confins e região pela manhã, o sétimo investigado, Armando Junio Pereira da Cruz, foi encontrado nos estúdios da rádio Itatiaia, em Belo Horizonte. Cruz é casado com a vereadora Flávia Renata Oliveira (PSC), também detida nesta terça. Ele teria ido à rádio se defender das acusações. Cruz não foi preso durante a operação porque não foi encontrado. Segundo a Polícia Civil, ele seria integrante da quadrilha que frauda licitações em Confins.  

O marido da vereadora concedia uma entrevista quando dois policiais civis chegaram. O apresentador Eduardo Costa chegou a intervir pedindo para que o cumprimento do mandato de prisão fosse feito fora da sede da emissora, mas o suspeito acabou detido. “Nós, que não nos dobramos sequer na ditadura, não vamos aceitar. Ninguém vai prender ninguém dentro do estúdio da rádio Itatiaia”, disse Costa ao vivo.

“Depois que o Eduardo saiu para conversar com eles, mandaram ele calar a boca, os policiais falaram que ele estava protegendo o Armando, até o chamaram de queridinho da Itatiaia e o levaram, empurrando-o para fora do estúdio”, relatou uma funcionária da rádio que preferiu não se identificar.

Durante a entrevista, Armando Cruz alegou que sua mulher é “honesta” e que ele estaria sendo vítima de represálias por parte do delegado Jonas Tomazi. De acordo com o detido, o problema com a autoridade policial teria começado após uma criança desaparecer. “De lá pra cá, ele vem puxando minha ficha, até prendeu minha mulher no dia da eleição”, contou.

Em nota, a Polícia Civil informou que a Corregedoria da corporação já iniciou apuração que vai esclarecer as circunstâncias em que ocorreu a prisão. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas divulgou nota em que “repudia” a ação e cobra providências do governo do Estado. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave