Com valores elevados, Mattos vê Moreno e Fred distantes da Toca

Diretor de futebol do Cruzeiro até 31 de dezembro, ele não revelou se reserva um 'presente de despedida'

iG Minas Gerais | DIEGO COSTA E GUILHERME GUIMARÃES |

Moreno marcou mais um gol e se isolou na artilharia do campeonato, com 11 tentos
FOTO: Douglas Magno / O TEMPO
Moreno marcou mais um gol e se isolou na artilharia do campeonato, com 11 tentos

Ao longo dos mais de dois anos como diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos anunciou contratações expressivas. A expectativa fica por conta de um possível 'presente de despedida' do dirigente. Nomes não faltam para chegar à Toca da Raposa II. Um deles é o do atacante Fred, que viria para suprir a vaga de Marcelo Moreno. 

Antes de comentar a situação do boliviano, Mattos negou qualquer contato com o atacante do Fluminense. 

"Não vou dizer  que será 'presente' do Alexandre. Presente é sempre do clube. Quando penso no clube, é o presidente, o doutor Gilvan. É ele o responsável por todos que passaram aqui, inclusive a minha pessoa. O Fred não tem negociação em andamento. Já tentamos esse atleta lá atrás, mas de valores elevados para a maioria dos clubes do Brasil. Até o momento, não tem como dizer pois não tem processo negocial. Isso está sendo formatado por uma identificação forte dele com o Cruzeiro. Está partindo daí, não de uma negociação. Sobre o Marcelo Moreno, sinceramente, acho que é situação difícil, pelos valores, tanto na aquisição quanto no salário. Se não mudar, acredito eu que o Cruzeiro não contratará o Fred", explicou. 

Sobre uma possível negociação para ter Leandro Damião, com o Julio Baptista sendo liberado para o Santos, Mattos rechaçou a possibilidade. 

"Não existe, nunca se cogitou isso dentro do clube. O Cruzeiro não foi procurado", disse o diretor de futebol, que ainda detalhou a situação de Moreno. "Tivemos uma evolução, mas é uma situação complexa, com valores elevados. Vamos ter dificuldade grande e conversei isso com o presidente. O Cruzeiro tenta de todas as maneiras, ele é um jogador que gostamos muito. Acredito que é muito difícil a permanência do Marcelo Moreno", concluiu. 

Leia tudo sobre: CruzeiroMarcelo MorenoFredatacantepresentereforço