Diretor anuncia saída no fim do ano e desconversa sobre o Palmeiras

Alexandre Mattos afirmou que fica à frente do cargo no Cruzeiro até o dia 31 de dezembro

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Washington Alves/VIPCOMM
undefined

Os pedidos para que Alexandre Mattos permanecesse em uma das cadeiras diretivas do Cruzeiro vieram de todos os lados. Torcedores, jogadores, membros da comissão técnica e funcionários da Raposa não escondiam o interesse pelo “fico” do então diretor de futebol. No entanto, mesmo com o lobby e apoio, a decisão foi mesmo tomada: Mattos deixará o cargo de diretor de futebol no dia 31 de dezembro próximo.

 

Em uma entrevista coletiva que durou aproximadamente 30 minutos, na sala de imprensa da Toca II, Mattos fez o seu pronunciamento de saída.

“Quero hoje (terça-feira) encerrar essas especulações, teorias que aconteceram nos últimos dias. Tudo de uma reunião que tive com o presidente na sexta, reunião rotineira, tivemos várias iguais durante o ano. Hoje eu conversei com o presidente (Gilvan de Pinho), pensei bastante, analisei tudo o que aconteceu nos últimos dois anos e nove meses. E vou encerrar o meu ciclo aqui no dia 31 de dezembro de 2014”, afirmou Mattos, que reiterou que não está em negociações com o Palmeiras.

“Disse que não tenho nada com ninguém, nenhuma equipe. Tem algumas situações que estou pensando para minha vida pessoal, se ainda continuarei no futebol ou se darei algum outro sentido. Vou analisar com bastante calma. O ciclo ainda tem duas semanas para se encerrar”, completou. 

Leia tudo sobre: CruzeirofutebolRaposaAlexandre Mattossaídaadeusdiretor de futebol