Montes Claros Vôlei acerta com ponta Léo Mineiro

Jogador pensou em não jogar a atual temporada; solução de problemas pessoais facilitou acordo

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Léo Mineiro acertou com MOC após resolver problemas pessoais
ALEXANDRE ARRUDA - CBV
Léo Mineiro acertou com MOC após resolver problemas pessoais

Mesmo estando satisfeito com seus ponteiros, o técnico Marcelinho Ramos, do Montes Claros Vôlei, não quis deixar uma oportunidade de mercado passar em branco. O Pequi Atômico acertou com Léo Mineiro, que defendeu o Ziober-Maringá-PR na última temporada. O jogador reúne, ainda, passagens pelo Sesi-SP e pelo vôlei italiano. Cléber chega para disputar posição com Polaco e Ygor Ceará, atuais titulares, além de Túlio.

"Fizemos uma avaliação de como o atleta poderia acrescentar ao grupo. Isso foi fundamental. Claro que teve a aprovação do Marcelo, mas vimos, também, uma ampliação das nossas possibilidades", indica o gestor do projeto Andrey Souza.

Cléber havia decidido, para esta temporada, não defender nenhum clube, afim de resolver problemas pessoais. "Eu prometi para mim mesmo que não voltaria a jogar enquanto não resolvesse isso. Sanei tudo e agora estou pronto. A saudade já tinha batido, o corpo estava pedindo para voltar", brinca o jogador, que tem o porte físico como um dos pontos fortes.

Cléber estava treinando normalmente e acredita que estará nas condições ideais de jogo em pouco tempo. "Só preciso de alguns treinos para voltar a pegar o tempo de bola e a rotina de treinos", comenta.

Sua apresentação está marcada para quinta-feira. No Norte de Minas, ele vai jogar com alguns atletas que já estiveram ao seu lado, caso dos centrais Acácio e Salsa, além do levantador Rodriguinho. Este último jogou com Cléber na Itália.

Conterrâneos. Apesar de terem nascido na mesma cidade (Uberlândia), esta será a primeira vez que Cléber e o líbero Ezinho irão atuar juntos. "Começamos no Uberlândia Tênis Clube e nunca jogamos no mesmo time profissionalmente. A gente era vizinho quando começamos no vôlei e esta será uma feliz coincidência", alegra-se.

Apesar da distância das quadras, Cléber estava acompanhando a Superliga de perto. "Montes Claros tem um time experiente com alguns talentos jovens. É uma equipe de muito potencial e sei que posso agregar bastante", destaca.

Depois de receber uma proposta do MOC há um mês, Cléber voltou a recber uma nova ofertar há poucos dias, antes de confirmar o acerto. "Cheguei a receber propostas de dentro e fora do país antes da temporada começar. Me vejo pronto para assumir esse compromisso e sua responsabilidade. Este convite caiu bem. Não vejo a hora de voltar a jogar", completa. O MOC está em sexto lugar na Superliga, com quatro vitórias em 10 jogos.