Cruzeirenses e atleticanos recebem prêmio de craques do Brasileirão

Solenidade foi realizada na noite desta segunda-feira, durante o programa Bem Amigos do Sportv; Marcelo Oliveira foi o melhor técnico

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Pelo segundo ano, Marcelo Oliveira foi eleito o melhor técnico do Brasileirão
RAFAEL RIBEIRO/ CBF
Pelo segundo ano, Marcelo Oliveira foi eleito o melhor técnico do Brasileirão

A décima edição do Craque do Brasileirão – solenidade da CBF que premia os melhores jogadores do campeonato- foi realizada na noite desta segunda-feira,  durante o programa Bem Amigos, do canal Sportv e jogadores do Cruzeiro e do Atlético foram considerados destaques em suas posições. Bicampeão seguido da competição e tetracampeão Brasileiro, o Cruzeiro teve cinco nomes na lista, além do melhor técnico (Marcelo Oliveira) e o craque do campeonato (meia Everton Ribeiro). Já o Galo contou com a presença de Marcos Rocha, com o melhor lateral-direito, e de Diego Tardelli, destaque no ataque.   

Os prêmios foram entregues ao longo do programa, pelo narrador esportivo Galvão Bueno. O lateral Marcos Rocha, do Galo, foi o primeiro mineiro a receber o prêmio, seguido pelo zagueiro Dedé e lateral-esquerdo Egídio, do Cruzeiro . Depois foi a vez do volante Lucas Silva, da Raposa, que não escapou de perguntas sobre uma provável transferência para o Real Madrid.

“Até então, continuo sendo jogador do Cruzeiro. Fiquei surpreso com a tamanha repercussão com meu nome nos últimos dias, em relação ao Real Madrid. Sigo no Cruzeiro, tenho reapresentação marcada para janeiro. Deixo com o clube e com o meu empresário. O momento é de curtir as férias e esse ano, que foi maravilhoso”, afirmou o volante durante o programa Bem Amigos.

Na sequência foi a fez de Ricardo Goulart e Everton Ribeiro serem contemplados como os melhores meias. Everton também faturou, pelo segundo ano consecutivo, o prêmio de craque do Brasileirão. E o jogador fez questão de valorizar o grupo do Cruzeiro.

“Não pode faltar espaço para um troféu importantíssimo como esse. O segredo é a união de todos, que trabalham muito. Independente do adversário, respeitamos todos. Ninguém chega longe sozinho, a gente batalhou o ano todo por isso, desde o primeiro dia da pré-temporada. E sem a rapaziada, sem o professor e a torcida, que faz o nosso time andar, não seria possível. Então esse prêmio que eu estou ganhando é de todo mundo”, ressaltou Ribeiro.  

O atacante Diego Tardelli fechou a presença dos jogadores mineiros na seleção do campeonato, ao faturar o prêmio de melhor atacante, ao lado de Paolo Guerrero, do Corinthians. O craque alvinegro comemorou o ano e afirmou que a sua meta é permanecer na seleção brasileira.

“Vem a Copa América, e o pensamento é fazer um bom ano de novo em 2015 e permanecer na seleção. Quero ficar na seleção porque tenho tenho meu sonho de disputar a Copa, esse ano passou perto, mas graças a volta do Dunga e a oportunidade que ele me deu, agarrei com todas as forças”, disse o atacante.

Para encerrar com chave de ouro a solenidade, o técnico Marcelo Oliveira do Cruzeiro recebeu o prêmio de melhor treinador. Em seu discurso, o comandante celeste fez questão de agradecer pelo ano que teve com a Raposa.

“Agradeço, é um objetivo realmente, por tudo que tem acontecido, pela grandeza do Cruzeiro, pela possibilidade de fazer um bom trabalho, pelo respaldo que se dá, pela parceria e sintonia com jogadores e torcida”,afirmou.

Completaram a seleção do Campeonato Brasileiro, o goleiro Jefferson (BOT), o zagueiro Gil (COR), o volante Souza (SP) e o atacante Guerrero (COR). A revelação do Brasileirão foi o atacante Érik do Goiás e o  melhor trio de arbitragem foi composto pelo mineiro Ricardo Marques Ribeiro (árbitro), Emerson Augusto de Carvalho (assistente) e Marcelo Carvalho Van Gasse (assistente).