Tecnologia gira o celular no ar, quando cai, para evitar quebra

Patente foi registrada pela Apple e pode estar nos próximos iPhones

iG Minas Gerais |

Novo recurso evitará que o lado mais fraco se choque com o chão
Reprodução/Internet
Novo recurso evitará que o lado mais fraco se choque com o chão

SÃO PAULO. Uma boa notícia para os apreciadores do iPhone: a Apple patenteou uma tecnologia que pode ser capaz de girar o smartphone em pleno ar quando o aparelho estiver em queda livre. O objetivo é proteger as partes mais sensíveis do aparelho, como a tela de vidro e o sensor da câmera, de sofrer danos ao chocar-se com o solo ou outra superfície.

Segundo o documento da patente, registrada há uma semana, a invenção permitirá que o dispositivo identifique automaticamente uma situação de queda, determine qual parte do aparelho fará o iminente contato com o solo e, assim, altere o seu centro de gravidade, girando-o para que o choque ocorra com uma parte mais resistente de sua carcaça – a lateral ou a traseira, por exemplo.

A tecnologia fará uso de sensores que detectam se o dispositivo está caindo e calculam dados como velocidade de queda e tempo restante para o choque. A partir disso, o sistema aciona um mecanismo de proteção configurado para alterar o centro de massa do objeto com base nos dados processados – tudo antes que o celular chegue ao solo.

Segundo o site Apple Insider, na prática, um motor de vibração normal de um iPhone já é capaz de mudar a rotação do aparelho durante queda livre. Se a velocidade de rotação for potencializada, será possível controlar efetivamente o ângulo de aterrissagem do celular. O site cita também que, apesar de não estar presente nos iPhones 6 e 6 Plus, o tipo de motor de oscilação que tornaria isso possível foi utilizado em versões anteriores do smartphone, o que significa que a patente poderia ser projetada facilmente para um próximo modelo.

Brigas na Justiça. No Brasil, usuários de iPhones e iPads têm entrado na Justiça quando precisam trocar telas quebradas, pois a Apple informa que não presta esse serviço no país. No mês passado, o Tribunal de Justiça de São Paulo determinou que a empresa consertasse a peça ou trocasse o iPad do advogado Thiago Santos Fraga Rodrigues, que relatou ter encontrado lojas não-autorizadas que ofereciam a substituição da tela por peças originais importadas. A Justiça gaúcha também já tomou decisão semelhante.

Flash

Suporte. A Apple atende usuários brasileiros por telefone, bate-papo ou e-mail. Os serviços e condições da empresa estão na página de suporte de seu site brasileiro, no endereço www.apple.com/br/support/.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave