Na expectativa pela nova casa

Orquestra encerra série Vivace com Dvorák, Tchaikovsky, Haydn e também com releituras de canções natalinas.

iG Minas Gerais | fábio corrêa |

Solista. O basco Asier Polo poderá mostrar sua técnica em peças dos compositores Tchaikovsky e Haydn dedicadas ao violoncelo.
Divulgacao/Noah Shaye
Solista. O basco Asier Polo poderá mostrar sua técnica em peças dos compositores Tchaikovsky e Haydn dedicadas ao violoncelo.

Na expectativa pela estreia da Sala Minas Gerais, programada para fevereiro do ano que vem, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais faz hoje sua penúltima apresentação no Grande Teatro do Palácio das Artes. No encerramento da série Vivace na temporada 2014, às 20h30, a Filarmônica terá como solista convidado o violoncelista espanhol Asier Polo. Além dele, também se apresentam a soprano Edna D’Oliveira, o barítono Leonardo Neiva e o Coral Lírico de Minas Gerais.

Sob a batuta do regente titular e diretor artístico, Fabio Mechetti, o programa desta terça colocará obras de compositores dos séculos XVIII e XIX ao lado de “Die Natali”, uma releitura de canções natalinas do norte-americano Samuel Barber, encomendada em 1957 – para o 75º aniversário da Sinfônica de Boston. “São variações sobre canções de Natal que grande parte do público vai reconhecer”, explica o maestro Mechetti. “Os arranjos trabalham com a ideia de contraste, de uma maneira bem própria do século passado, ainda em caráter tonal”. Assim, a releitura de Barber traz danças típicas do classicismo e citações ao bluegrass, estilo tradicional do Estado norte-americano do Tennessee.

Natural de Bilbao, no País Basco na Espanha, o solista convidado Asier Polo poderá mostrar ao público toda sua excelência técnica e interpretativa em “Concerto para Violoncelo nº 1 em Dó Maior”, do austríaco Haydn (1732-1809), e “Variações Sobre um Tema Rococó”, composta em 1876 pelo russo Tchaikovsky. “São duas das peças mais importantes feitas para violoncelo”, explica Fabio Mechetti. “A peça de Haydn foi o primeiro grande concerto para violoncelo; já a de Tchaikovsky, apesar do nome e de ser baseada em Mozart, vai aos poucos se aproximando mais do Romantismo”, complementa.

No fim, a Orquestra Filarmônica interpreta “Te Deum”, versão do compositor tcheco Antonín Dvorák (1841-1904) para o hino cristão homônimo cuja autoria seria de Santo Ambrósio e Santo Agostinho. A obra estreou na primeira apresentação de Dvorák em Nova York, cidade na qual fixou residência em 1892.

No dia 18 de dezembro, a Orquestra Filarmônica encerra a série Allegro e, com ela, as apresentações em 2014. Será também a despedida da Filarmônica do Grande Teatro do Palácio das Artes. Com um programa igualmente natalino, Mechetti irá reger o “Quebra-nozes”, de Tchaikovsky, com a presença do Coral Infantojuvenil da casa. Os ingressos estão esgotados

Ansiedade. No dia 5 de março, a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais abre a temporada 2015 em grande estilo, com o renomado pianista Nelson Freire e na nova sede: a Sala Minas Gerais, no Barro Preto. Construída especialmente para abrigar a Filarmônica, o local aumentará consideravelmente a quantidade de concertos anuais, de 24 para 57. Além disso, o número de séries será expandido. Allegro e Vivace ganham companhia de Presto, Veloce e Fora de Série – esta, realizada aos sábados e dedicada ao compositor Ludwig van Beethoven.

Em 2014, a ansiedade pela inauguração da nova sede foi uma constante no dia a dia da Filarmônica. “Este foi um ano de grande expectativa para todos nós”, confessa Mechetti. “Foi um grande momento para construir uma nova realidade para a orquestra”.

Para o ano de inauguração da Sala Minas Gerais, Mechetti adianta que foram encomendadas obras a cinco compositores brasileiros, entre eles Marlos Nobre, André Mehmari e os mineiros Oiliam Lanna e Cláudio de Freitas.

Agenda

O quê. Orquestra Filarmônica de Minas Gerais - Série Vivace

Onde. Palácio das Artes

Quando. Hoje, às 20h30

Quanto. R$ 70,00 (Plateia I), R$ 54,00 (Plateia II) e R$ 36,00 (Plateia superior). Meia-entrada para estudantes e maiores de 60 anos.

Para 2015

Já estão disponíveis as assinaturas para o próximo ano da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. Os pacotes custam de R$ 229 a R$ 1.620,00, com meia-entrada para estudantes e maiores de 60 anos, mediante comprovação.

Mais informações pelo telefone: (31) 3219-9009

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave