Após reclamação, Austrália diz que aceita horário da natação

Comitê australiano reclamou sobre finais começarem às 22h (de Brasília)

iG Minas Gerais | Folhapress |

Declaração foi dada durante congresso do Comitê Olímpico Internacional em Mônaco
divulgação/
Declaração foi dada durante congresso do Comitê Olímpico Internacional em Mônaco

O presidente do Comitê Olímpico Australiano, John Coates, disse que é hora de "aceitar os horários noturnos das finais do Rio e seguir em frente com o trabalho".Coates falou sobre o assunto em Mônaco, durante congresso do Comitê Olímpico Internacional (COI).

"Os norte-americanos estão felizes em nadar em qualquer horário e nós também devemos estar", afirmou. "É hora de seguir em frente", completou o dirigente que também é vice do COI.

O comitê australiano reclamou sobre as finais começarem às 22h (de Brasília), mas o COI disse que não mudará a agenda.

Os australianos também levaram a questão para a federação internacional da modalidade, a Fina, mas a entidade entendeu que americanos e canadenses estavam satisfeitos com os horários e a reclamação não avançou.

A Australia foi uma voz solitária sobre o assunto, diz o comitê do país da Oceania. A reclamação deles é em relação ao tempo de recuperação dos nadadores, após os eventos da noite.

"Precisamos estar preparados para lidar com a programação. Todos os atletas vão competir nas mesmas condições, precisamos trabalhar com federação de natação para permitir aos nossos atletas a melhor adaptação", concluiu Coates.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave