Brasileira é flagrada em exame antidoping e suspensa pela CBAt

Vanda Gomes apresentou resultado positivo para Anastrozole e tentou justificar, mas explicações não foram aceitas

iG Minas Gerais | Folhapress |

A CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo) suspendeu temporariamente das competições a velocista Vanda Gomes, 26, por ser flagrada com substância proibida em exame antidoping realizado em setembro deste ano.

A atleta apresentou resultado positivo para Anastrozole (Hormônio e Modulador Metabólico - S4) e apresentou justificativas para a substância, que não foram aceitas pela entidade. A suspensão pode chegar a dois anos e, agora, Vanda aguarda o julgamento ser marcado pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) da CBAt. A amostra de urina foi coletada dia 25 de setembro antes do Troféu Brasil.

A corredora ficou marcada também por fazer críticas à preparação da equipe brasileira para o Mundial de atletismo de Moscou, em agosto.

Responsável pela ultima passagem do time nacional na final do revezamento 4 x 100 m, Vanda deixou o bastão cair. Naquele momento, o Brasil ocupava a segunda posição, atrás apenas da Jamaica.

Depois, em entrevista ao SporTV, disse que havia comido e dormido mal, e que a equipe havia feito poucos treinos. Vanda recebeu uma prova de suspensão pelas declarações.

Leia tudo sobre: atletismovanda gomescbatsuspensãodoping