Carta de amor de Joe DiMaggio a Marilyn é vendida por R$ 202,2 mil

De acordo com a casa de leilões Julien's Auctions, a carta foi escrita em 1954, depois que a atriz havia pedido o divórcio ao jogador de beisebol

iG Minas Gerais | Folhapress |

Joe DiMaggio a Marilyn Monroe foram casados por pouco tempo
Arquivo AP
Joe DiMaggio a Marilyn Monroe foram casados por pouco tempo

Uma carta de amor escrita por Joe DiMaggio (1914-1999) a Marilyn Monroe (1926-1962) foi arrematada por US$ 78,1 mil (cerca de R$ 202,2 mil) em um leilão realizado em Beverly Hills, na Califónia (EUA), neste sábado (6).

De acordo com a casa de leilões Julien's Auctions, a carta foi escrita em 1954, depois que a atriz havia pedido o divórcio ao jogador de beisebol, célebre por ter jogado no clube New York Yankees.

O casamento entre a atriz e o esportista foi breve. Casaram-se em janeiro de 1954, em San Francisco, e o divórcio veio no mesmo ano, nove meses depois.

A identidade do comprador da carta não foi revelada.

O documento é um dos 300 itens postos à venda no leilão, chamado de "Os Arquivos Perdidos de Marilyn Monroe".

Uma carta de Marilyn ao dramaturgo Arthur Miller (1915-2005), seu terceiro e último marido, também foi vendida, por US$ 43,7 mil (cerca de R$ 113,2 mil). Miller e Marilyn se divorciaram menos de cinco anos após o casamento.

Marilyn, que morreu de uma overdose de drogas aos 36 anos, em 1962, deixou sua coleção de cartas ao professor de teatro Lee Strasberg (1901-1982), seu mentor artístico.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave