Mattos sinaliza saída, mas diz que pode repensar após festa celeste

Torcedores, atletas e diretoria do Cruzeiro pediram para que o dirigente fique no clube celeste

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Esportes - Campeonato Brasileiro 2014 -  Jogo Cruzeiro x Fluminense ultima rodada do Campeonato Brasileiro 2014, no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Foto: Alex de Jesus/ O Tempo 07/12/2014
ALEX DE JESUS/O TEMPO
Esportes - Campeonato Brasileiro 2014 - Jogo Cruzeiro x Fluminense ultima rodada do Campeonato Brasileiro 2014, no Estadio Mineirao em Belo Horizonte MG. Foto: Alex de Jesus/ O Tempo 07/12/2014

A saída de Alexandre Mattos do Cruzeiro pode acontecer nos próximos dias, mas a festa feita por jogadores, torcida e dirigentes neste domingo pode fazer o diretor de futebol do clube celeste repensar algumas de suas ideias.

Depois de ver a China Azul e os atletas celestes gritando várias vezes sonoros "Fica Mattos", e a vitória cruzeirense por 2 a 1 contra o Fluminense, o diretor de futebol voltou a admitir que pensa seriamente em deixar a Toca da Raposa II e buscar novos desafios.

"O que esta acontecendo é que eu me posicionei para os jogadores, é uma coisa individual de um profissional, que está entendendo que você tem de tentar novas situações e novos ares", disse Mattos, ressaltando, porém, que nada está decidido.

"Não vou mentir que a minha cabeça era uma e que mudou depois do que os jogadores, comissão técnica e torcida fizeram mais cedo, mexeu muito. Vou repensar, conversar com a família e caso aconteça alguma coisa, vou deixar claro que não tem nada de querer alguma coisa, planejamento ou filosofia, está tudo maravilhoso dentro do clube", completou.

De acordo com Mattos, nenhuma proposta oficial foi colocada na mesa. Vale lembrar, porém, que o principal clube de olho no dirigente é o Palmeiras, que decidiu o seu futuro, ficando na Série A para 2015, apenas neste domingo.

"Eu não escutei ainda qualquer clube. Comuniquei ao presidente e ele quer a permanência, disse que irá pensar e vamos decidir esta semana. O doutor Gilvan é o grande responsável por tudo, ele conseguiu dar tranquilidade, estrutura, sempre disse que era para buscar o que tinha de melhor para montar um timaço", finalizou.

Presidente. Questionado sobre esta provável saída de Alexandre Mattos do Cruzeiro, o presidente celeste, Gilvan de Pinho Tavares, tentou esquivar-se, mas deixou claro seu pensamento sobre o assunto e informou que deve resolver este fato no início desta semana.

"Vou contar uma coisa. Não vou falar sobre nada disso. Fiquei sabendo pela imprensa. Se tiver algo, ele me procura. Ele me avisou o contrário, que foi sondado, mas não teve proposta. Quando ele tiver, a primeira pessoa a saber será eu. Saber através da imprensa e não dele, eu não posso falar nada. Na terça-feira iremos estar juntos e vamos ver o que ele irá falar", disse Gilvan.

"O trouxe para o Cruzeiro e ele sabe a importância do clube para ele. É muito melhor estar em um clube organizado, com as contas em dia. Ele é inteligente e competente, vai pesar todas essas coisas quando pensar em deixar o Cruzeiro um dia", complementou.

Leia tudo sobre: cruzeiroraposamattosgilvan de pinho tavares