UTI neonatal do Hospital Municipal de Uberlândia é interditada

Dez leitos da UTI neonatal, do Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia, são interditados após a descoberta de uma infecção bacteriana; duas crianças estão isoladas para observação

iG Minas Gerais | Breno de Araújo |

O Hospital e Maternidade Municipal de Uberlândia teve sua Unidade de Terapia Intensiva (UTI) neonatal interditada após a descoberta de uma infecção bacteriana, na última sexta-feira (5).

Segundo a Secretaria de Saúde do Município, as bactérias foram detectadas durante o exame de uma cultura sanguínea de duas crianças recém-nascidas. Elas estavam colonizadas por bactérias que resistiram aos antibióticos ministrados inicialmente.

Duas crianças estão isoladas para observação. Outra criança foi encaminhada para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). O estado de saúde delas é estável.

Ainda segundo Secretaria, a interdição da UTI neonatal é um "procedimento comum e de prevenção", para evitar que haja novas contaminações. A previsão é que a desinfecção nos 10 leitos da UTI neonatal seja concluída nas próximas horas e que ela seja reaberta nesta segunda-feira (8).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave