Cristovam Buarque

Ex-filiado ao PT e senador pelo PDT (DF)

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

A que o senhor atribui os movimentos antipetistas surgidos no país?

O partido não atendeu as expectativas da população. Antes, havia uma relação de amor e esperança do povo para com o PT. De repente surgiu desamor e desesperança. O PT era um partido avesso à corrupção e, de repente, passou a praticá-la. E pior, em vez de dizer que errou, diz que todos são corruptos. 

Quais promessas o PT deixou de cumprir desde a sua fundação?

O povo esperava uma mudança estrutural no país. O partido não fez uma política voltada para os trabalhadores, como era o objetivo. O PT perdeu a cara da honestidade e o vigor da transformação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave