Aloha ao nirvana vulcânico do pacífico

Arquipélago é formado por 130 ilhas que proporcionam experiências inusitadas

iG Minas Gerais | Christiana Lee |

Cenário. Famosa e bela praia de Waikiki, em Honolulu, e os barcos na marina em Ala Wai
Christiana Lee/Agência o Globo
Cenário. Famosa e bela praia de Waikiki, em Honolulu, e os barcos na marina em Ala Wai

Fazer a mala para viajar é sempre complicado. É preciso combinar a estação do ano à duração e roteiro para saber o que escolher. Quase sempre levamos mais do que o necessário, incluindo aquele casaco pesado nos invernos do hemisfério Norte. Mas se o Havaí for o destino, fica fácil: leve pouca roupa, um bom tênis, casaco leve e capriche nas roupas de banho e nos chinelos. Vale para qualquer época do ano, inclusive o inverno, quando as temperaturas médias são de 23ºC, não importa em que ilha você estiver.

O arquipélago é formado por mais de 130 ilha, s sendo Oahu, Maui, ilha Havaí – conhecida como Big Island – e Kauai as maiores e mais importantes. Cada uma oferece uma experiência diferente.

Particularidades

Oahu é a mais procurada por turistas que ficam, em sua maioria, em Honolulu, capital do Havaí, e lugar de chegada dos voos internacionais. O norte da ilha é o destino preferido de surfistas, especialmente Pipeline, praia com as melhores ondas e onde será realizada, de 8 a 20 de dezembro, a final do WCT, mais importante competição de surfe mundial que, este ano, pode consagrar o jovem Gabriel Medina como primeiro brasileiro campeão.

Maui é a mais romântica. Não é difícil presenciar pedido de casamento em restaurante ou ver um casal em lua de mel ou celebrando bodas.

Os vulcões atraem os mais aventureiros para Big Island. Aqui é possível entender a origem do arquipélago, que surgiu a partir da erupção de vulcões. O Kilauea é o mais jovem, e ainda ativo. Este ano, sua grande atividade vem ameaçando a vila de Pahoa, a leste da ilha.

Kauai é a ilha de beleza mais exuberante, com montanhas no interior que preservam a vegetação nativa e as praias desertas. É a preferida dos diretores de cinema que transformaram o Havaí em uma das mais procuradas locações para filmes, além de Islândia e Nova Zelândia.

Em comum, as ilhas têm praias cercadas por um mar de azul inacreditável e flores, muitas flores. Elas enfeitam os cabelos das moças (do lado esquerdo nas que são casadas e no direito, nas solteiras) e são usadas para fazer os colares havaianos, chamados de lei, presente de boas-vindas que sempre vem acompanhado de um simpático sorriso e Aloha!.

A cena, que parece mais um clichê de cinema, acontece de verdade e expressa a essência do espírito havaiano. Aloha é basicamente usado como saudação, mas essa palavra de origem polinésia tem muitos significados: amor, paz, prosperidade, amizade e hospitalidade são alguns deles. Mais do que uma saudação, expressa também um estilo de vida cheio de energia positiva que os havaianos seguem a risca. Não à toa o Havaí é conhecido como “Aloha State”. Mas como não viver dessa forma em um lugar tão lindo?

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave