Sada Cruzeiro atropela Brasil Kirin e dispara na ponta da Superliga

Passadas dez rodadas da competição, o time mineiro segue invicto, desta vez, com vitória sobre o então principa, concorrente

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 6.12.2014 - SUPERLIGA MASCULINA DE VOLEI - SADA CRUZEIRO X BRASIL KIRIN - Partida realizada no Ginasio Poliesportivo do Riacho em Contagem MG.
Foto: Douglas Magno / O Tempo
douglas magno
ESPORTES - BELO HORIZONTE MG - BRASIL - 6.12.2014 - SUPERLIGA MASCULINA DE VOLEI - SADA CRUZEIRO X BRASIL KIRIN - Partida realizada no Ginasio Poliesportivo do Riacho em Contagem MG. Foto: Douglas Magno / O Tempo

Lá se foram dez rodadas e o Sada Cruzeiro ainda não encontrou um rival à altura nesta Superliga masculina. Alguns tentaram complicar um pouco a vida do líder, mas nenhum deles conseguiu bater o melhor time do torneio. Todos sucumbiram perante um elenco repleto de jogadores vibrantes e de alto poder de decisão. Nem mesmo o também poderoso Vôlei Brasil Kirin-SP foi páreo para os comandados de Marcelo Mendez. Na noite de ontem, no ginásio do Riacho, o Sada teve um desempenho brilhante e levou a melhor por 3 sets a 0, com parciais de 25/16, 25/22 e 25/15. O décimo triunfo manteve a invencibilidade da equipe na Superliga. Com 29 pontos, o celestes seguem reinando no topo da tabela de classificação. Cada set conteve elementos necessários para um clube que almeja o título da principal competição de vôlei do país. No primeiro set, o Cruzeiro mostrou tranquilidade, encaixando seu melhor jogo, sem dar chances ao oponente. No segundo, esbanjou frieza para impedir uma reação do oponente. No terceiro, a força e a disciplina para aplicar um novo placar elástico. Tudo regado a uma boa dose de raça e garra. O líbero Serginho foi eleito o melhor jogador em quadra, enquanto o oposto Wallace foi o atleta que mais pontuou: foram 14, no total.} O Sada fecha sua participação no primeiro turno no próximo sábado, quando encara o Sesi-SP, em São Paulo. Já o Brasil Kirin volta à quadra na quinta-feira, contra o Montes Claros, em Campinas. O jogo. O Sada mostrou logo no início da partida que não estava ali para brincadeiras. Forçando o bem saque e soltando o braço nas viradas, os jogadores celestes foram construindo uma larga vantagem e ganharam com facilidade por 25 a 16.

Leia tudo sobre: sada cruzeiroraposavoleilidersuperligabrasil kirinriacho