Zona Franca de Manaus deve demitir 10 mil pessoas

Afetados serão, principalmente, funcionários de montadoras de motocicletas e de empresas de eletroeletrônicos

iG Minas Gerais | da redação |

Nova promoção traz quatro supermáquinas para alegria dos leitores-colecionadores
Divulgação
Nova promoção traz quatro supermáquinas para alegria dos leitores-colecionadores

Empresas que atuam na Zona Franca de Manaus devem fechar 10 mil vagas em breve, segundo o Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam). Dois setores seriam os principais afetados: duas rodas e eletroeletrônicos. A Zona Franca emprega 120 mil trabalhadores e tem contribuído para a geração de cerca de dois milhões de empregos indiretos em todo o país. 

As contratações temporárias para o Natal caíram mais da metade, de 9.500 para 3.200. Ao jornal "O Globo", empresários e sindicalistas da região disseram que as razões da crise são a restrição ao crédito para aquisição de motocicletas, principalmente de baixa cilindrada (até 150 e usadas para trabalho de motoboys e mototaxistas) e a queda nas vendas de eletroeletrônicos, decorrente do esfriamento da economia.

As fábricas da Honda e da Yamaha demitiram, em 2014, cerca de 6.000 trabalhadores. O setor de eletroeletrônicos também vem eliminando vagas.