Serra diz que merece 'medalha' por ter atuado contra trem-bala

Senador eleito por São Paulo referiu-se ao trem-bala como "a proposta mais alucinada que um governo já fez"

iG Minas Gerais | Folhapress |

Senador eleito por São Paulo, o ex-governador José Serra (PSDB) disse que merecia uma medalha por ter atuado contra o trem-bala. "Eu merecia é uma medalha, a Ordem do Ipiranga. Todos os que se opuseram a esse projeto mereciam. É a proposta mais alucinada que um governo já fez", disse neste sábado (6), enquanto acompanhava um protesto contra a corrupção e o governo da presidente Dilma Rousseff, em São Paulo.

Nessa sexta (5), o jornal "O Estado de S. Paulo" relatou que, em uma palestra informal, Serra admitiu ter pedido a inclusão de Campinas no traçado do projeto do trem-bala para poder atrasar o cronograma.

Neste sábado, o ex-governador não voltou atrás de sua fala e fez novas críticas à proposta. Durante a passeata, ele disse ainda que o PT é "o partido do atraso".

Protesto

O novo protesto contra o governo da presidente Dilma Rousseff (PT) reuniu ao menos 2.000 pessoas na tarde deste sábado (6) na região da avenida Paulista, em São Paulo. O ato foi marcado por uma divisão entre manifestantes contra e a favor de uma intervenção militar no país.

Os organizadores do primeiro grupo chegaram a pedir ajuda da polícia para excluir de sua passeata os simpatizantes da intervenção militar. O ato dos manifestantes que pediam pela intervenção militar terminou por volta das 17h em frente ao Comando Militar do Sudeste, próximo ao parque Ibirapuera. 

Com gritos de "socorro" ao Exército, cerca de 70 manifestantes pediram que os soldados registrassem no livro de ocorrências do dia que "o povo esteve aqui". Eles aplaudiram o ato e cantaram o hino nacional.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave