Amor pra sempre

iG Minas Gerais | Bárbara França |

Os amigos Deborah Secco e Mion contracenam em BH
Rodrigo Molina/Divulgação
Os amigos Deborah Secco e Mion contracenam em BH

Um amor verdadeiro pode ser capaz de ultrapassar épocas e superar toda sorte de transformações e dificuldades, mas isso o torna suficiente para sustentar uma vida inteira a dois? A questão é abordada na peça “Mais uma Vez Amor”, em cartaz em Belo Horizonte no próximo fim de semana (13 e 14). Protagonizada por Deborah Secco e Marcos Mion, ela relativiza a crença no destino e na existência de uma alma gêmea, mostrando que um casal que se ama loucamente pode não combinar nos anseios de casar e ter muitos filhos correndo pela casa.

  No entanto, não se trata de um espetáculo trágico. Ao contrário, a comédia romântica, que também já foi parar o cinema, aborda especialmente aqueles que, por acreditarem no amor, continuam tentando e tentando, mesmo que isso dure anos. Com texto de Rosane Svartman, Lulu Silva Telles e Ricardo Perroni e direção de Ernesto Piccolo, “Mais uma Vez Amor” apresenta as etapas de um relacionamento vivido por um casal pouco convencional que dura mais de 25 anos.   Lia e Rodrigo estão juntos na alegria e na tristeza, na saúde e na doença. Os dois chegam até a se casar, mas com outras pessoas. Fato é que ele queria constituir família e ter um emprego seguro, enquanto ela queria ser do mundo, viajar e não se prender. “A Lia é cheia de vida, quer engolir o mundo! Eu acho que sou cheia de vida também. Mas quero menos”, comenta Deborah Secco, que se considera mais parecida com o papel do seu parceiro de cena.   “O Rodrigo é um cara que passa a vida loucamente apaixonado pela Lia, mas sem coragem de jogar tudo pro alto por ela, principalmente em se tratando da sua estabilidade. É um personagem com o qual muitos homens se identificam”, comenta Mion, que expande: “a peça mexe com todo mundo em diferentes instâncias. No fundo, é uma grande lição de vida”.   Casado há oito anos e pai de três filhos, o ator também diz se sentir um pouco Rodrigo, na medida em que acredita, sim, na existência de amores para sempre. “Não só acredito, como vivo o grande amor da minha vida!”    Outra paixão que Mion não esconde é pelo teatro. À frente do programa “Legendários” (Rede Record), o também apresentador confessa que seu coração bate mais forte mesmo é nos tablados. Sabendo disso, a atriz e amiga de longa data Deborah Secco o convidou para ser seu parceiro na peça. “Sempre dividimos a vontade de atuar juntos. Isso vem de muito tempo! Até que, por obra do destino, como a personagem Lia gosta de dizer, nos encontramos e decidimos realizar essa antiga vontade. Mas, definitivamente, tenho que agradecer à Deborah por minha volta aos palcos. Foi ela que me resgatou para o lugar onde me sinto em casa”, revela.   A atriz, que atualmente interpreta a personagem Inês na novela global “Boogie Oogie”, tem sido bastante elogiada por sua atuação no filme “Boa Sorte”, dirigido por Carolina Jabor e em cartaz na cidade (confira roteiro na página 17). Deborah vive uma portadora de HIV e perdeu 11kg para viver o papel, tipo de doação que Mion admira na colega. “Estar no palco com ela é uma das experiências mais ricas que já tive como ator. Muita gente, por causa do filme, está dizendo que ela caminha para estar entre as grandes atrizes do país. Me desculpem, ela já é a maior”. Palavras de Mion     Mais uma Vez Amor Cine Theatro Brasil (r. dos Carijós, 258, Centro, 3201-5211 ). Dias 13 e 14 (sábado e domingo), às 19h. R$ 80 (inteira).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave