Para ministro, teles são 'heróis' por ajudar a fechar contas

Paulo Bernardo diz que verba do leilão do 4G fez com que empresas ficassem bem vistas por algumas pastas

iG Minas Gerais | Folhapress |

O ministro Paulo Bernardo (Comunicações) disse nesta sexta-feira (5) que as empresas que participaram do último leilão da tecnologia de internet 4G estão sendo tratadas como "heróis em alguns blocos da esplanada".

Segundo ele, o pregão que arrematou quase R$ 5 bilhões acabou sendo "importante para o governo no fim deste ano".

Para Paulo Bernardo, a venda dos lotes de internet 4G para as empresas Claro, Tim, Vivo e Algar vai ajudar na consolidação da TV digital e vai transformar, nos próximos quatro anos, a internet 4G em predominante no Brasil.

No segundo leilão da tecnologia 4G, que é dez vezes mais rápida que a 3G, o governo arrematou menos do que esperava, já que a empresa Oi, uma das mais importantes do setor, desistiu de participar.

Mesmo assim, os pagamentos das três principais empresas foram feitos à vista, uma vez que o governo elevou os juros propositalmente, para impedir que os pagamentos fossem feitos de forma parcelada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave