Pelé não apresenta mais sinais de infecção, diz novo boletim

Segundo o Hospital Albert Einstein, o ex-jogador mostrou uma melhora da função renal e estabilidade hemodinâmica e respiratória

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Ex-jogador passou por procedimento cirúrgico nessa quinta-feira
Reprodução/Santos FC
Ex-jogador passou por procedimento cirúrgico nessa quinta-feira

Internado desde o último dia 24 de novembro, o ex-jogador Pelé, 74, não apresenta mais sinais de infecção, de acordo com o boletim médico divulgado na manhã desta sexta-feira (5), pelo hospital Albert Einstein.

De acordo com o boletim, Pelé "apresenta boa evolução clínica com melhora progressiva de seu estado geral". Ele continua internado em unidade semi-intensiva e a "função renal continua melhorando e apresenta estabilidade hemodinâmica e respiratória".

Na quinta-feira (4), Pelé teve retirado o cateter que foi anteriormente utilizado para o procedimento dialítico.

Desde terça-feira (2), Pelé está sob os cuidados da unidade semi-intensiva. Os médicos preferiram manter o ex-jogador no leito da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) apenas para poupá-lo do deslocamento e evitar desgaste físico.

Pelé está internado no hospital Albert Einstein desde segunda-feira (24) após exames de revisão de sua cirurgia de cálculos renais revelarem um quadro de infecção urinária.