Mudanças ainda longe do consenso

iG Minas Gerais |

Brasília.. Entre os frequentadores de bares e restaurantes, a lei não é unanimidade. A estudante Fábia Oliveira, 18, disse ser a favor de leis mais rigorosas contra quem fuma em ambientes fechados. “É um desrespeito com quem não gosta de cigarro. A pessoa que fuma prejudica todos que estão à sua volta. Você acaba se prejudicando, contra a sua vontade, pela escolha dos outros. Ninguém é obrigado a sentir o cheiro de cigarro”, acrescentou.  

O supervisor Diego Passos, 31, é contra a lei e acredita que a norma não surtirá efeito. “Quem fuma dentro de um bar, por exemplo, vai continuar fumando. Não poderei ir a uma boate, a um bar porque fumo? Nenhuma lei é capaz de fazer uma pessoa parar de fumar. Além do mais, não há fiscalização”, disse.

Uma portaria conjunta dos ministérios da Saúde e do Trabalho sobre as normas que devem ser observadas para proteger profissionais onde o fumo está permitido será publicada hoje no Diário Oficial da União.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave