Jogo de manipulação envolvendo a polícia

Mesmo com o cerco se fechando, Edu segue tentando provar sua esperteza

iG Minas Gerais | Da redação |

Embate. Vera tenta arrancar provas de que Edu é um frio assassino, interrogando o suspeito
Globo
Embate. Vera tenta arrancar provas de que Edu é um frio assassino, interrogando o suspeito

Determinado a provar que é mais esperto do que todos, especialmente do delegado Dias (Marcelo Novaes) e da psicóloga forense Vera (Luana Piovani), o serial killer Edu (Bruno Gagliasso) continua com seu jogo de manipulação em “Dupla Identidade” (Globo), série assinada por Glória Perez que vai ao ar hoje, após o “Globo Repórter”.

Depois de reconhecer a voz de Tati (Brenda Sabryna) nas gravações que a pela polícia conseguiu do celular de Edu, Dias se revolta ao saber que sua filha pode estar envolvida de alguma forma com o assassino.

Desesperado, o delegado faz de tudo para tirá-la dessa armadilha criada por Edu. Mas, inocente e envolvida emocionalmente, a jovem atende ao pedido do “namorado” e guarda a mochila que ele lhe entregou.

Certa de que pode ajudar seu parceiro, Vera decide continuar com a investigação e provar a qualquer custo que Edu está por trás de todos os crimes dos quais é suspeito.

Depois de receber uma visita inesperada e reveladora de Ray (Débora Falabella”, que já viveu um intenso romance com Edu, a psicóloga vai além e decide fazer uma visita ao assassino na delegacia.

Ela tenta de todas as maneiras descobrir o que Edu está tramando em um novo interrogatório. Mas o que Vera nem imagina é que ela também já faz parte dos planos do serial killer e que sua vida corre perigo.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave