Pelé continua com boa evolução e fica mais um dia sem hemodiálise

De acordo com o Hospital Albert Einstein, os médicos retiraram do ex-jogador, o cateter usado para a terapia de suporte renal

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Brazilian soccer legend Pele acknowledges the crowd before a friendly soccer match between Brazil and Portugal Tuesday, Sept 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Stephan Savoia)
Associated Press
Brazilian soccer legend Pele acknowledges the crowd before a friendly soccer match between Brazil and Portugal Tuesday, Sept 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Stephan Savoia)

 Internado há dez dias, o ex-jogador Pelé continua com bola evolução clínica e não precisará de hemodiálise nesta quinta-feira (4), assim como aconteceu no dia anterior. A informação foi divulgada pelo hospital Albert Einstein na manhã desta quinta.

De acordo com o último boletim médico, "os resultados laboratoriais da manhã de hoje e seu exame clínico foram adequados, permitindo que o paciente não fosse submetido a uma nova terapia de suporte renal. O cateter, que foi anteriormente utilizado para o procedimento dialítico, será retirado agora cedo".

O hospital informa também que "novas avaliações do rim continuam programadas em frequência diária". Ele persiste sem febre, alimenta-se bem, com medicação antibiótica endovenosa.

Desde terça-feira (2), Pelé está sob os cuidados da unidade semi-intensiva. Os médicos preferiram manter o ex-jogador no leito da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) apenas para poupá-lo do deslocamento e evitar desgaste físico.

Pelé está internado no hospital Albert Einstein desde segunda-feira (24) após exames de revisão de sua cirurgia de cálculos renais revelarem um quadro de infecção urinária.