Herói da classificação volta a marcar e River empata com Atlético-COL

A primeira partida da final da Sul-Americana terminou em 1 a 1 e título só será definido na próxima quarta-feira, em Buenos Aires, Argentina

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O Nacional de Medellín abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo, mas o time argentino conseguiu o empate na etapa complementar
Divulgação/ River Plate
O Nacional de Medellín abriu o placar aos 34 minutos do primeiro tempo, mas o time argentino conseguiu o empate na etapa complementar

A boa fase do atacante Leonardo Pisculichi do River Plate-ARG vem “salvando” a equipe da argentina nesta fase final da Copa Sul-Americana. Depois de fazer o gol que garantiu a classificação  na decisão da competição, o avante novamente foi o herói dos argentinos na noite desta quarta-feira, diante do Atlético Nacional-COL, no primeiro jogo da final do torneio, ao acertar um belo chute de fora da área e deixar a partida empatada.

Até aquele momento,o placar do estádio Atanasio Girardot, marcava 1 a 0 para os donos da casa, a equipe de Medellín.  Aos 34 minutos da etapa inicial, o atacante Orlando Berrío do Atlético saiu em contra-ataque rápido e deu um chute cruzado, impossível de ser pego pelo goleiro Barovero dos Milionários. 

No segundo tempo, o Nacional de Medellín teve chances de ampliar o marcador, quando aos 16 minutos o volante Pérez cabeçou uma bola no travessão. Mas quatro minutos depois, o River conseguiu empatar a partida. Final de jogo: Atlético Nacional 1x1 River Plate.

Após a partida, o técnico do time argentino, Marcelo Gallardo destacou a vontade da equipe em igualar o placar e disse que o Atlético Nacional pode surpreender no jogo de volta.

"Nós provamos que somos  um bom visitante. Não perdemos nenhum  jogo, atuando em outro estádio da Copa. Se nós deixarmos espaços para o visitante, o Atletico Nacional poderá brigar pela revanche ", avaliou o comandante. 

O empate deixa em aberto quem será o campeão da Copa Sul-Americana de 2014, já que o gol marcado fora de casa não serve como critério de desempate na decisão. A finalíssima do torneio será disputada na próxima quarta-feira, dia 10 de dezembro, às 22h15 (de Brasília), no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires.