“Há uma tonelada de piadas no longa” diz protagonista

No longa, após enfrentar um trauma, os amigos Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis), cansados de aturar seus chefes, resolvem abrir seu próprio negócio

iG Minas Gerais |

Comédia tenta fugir da apatia para distribuir muitas piadas
warner
Comédia tenta fugir da apatia para distribuir muitas piadas

SÃO PAULO. Depois de “Quero Matar Meu Chefe” (2011), que vendeu mais de 337 mil ingressos só no Brasil, o diretor Sean Anders reuniu o elenco principal do longa – incluindo Jennifer Aniston e Kevin Spacey – para filmar a sequência da comédia, que estreia hoje nos cinemas. SÃO PAULO

No longa, após enfrentar um trauma, os amigos Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis), cansados de aturar seus chefes, resolvem abrir seu próprio negócio. Mas eles não contavam com a falta de escrúpulos do investidor que os lançou (Christoph Waltz) no mercado. Ele passa a trapacear o trio quando o negócio deslancha.

Desesperados e sem ter como recorrer aos meios legais, os amigos decidem então sequestrar o filho do investidor (Chris Pine), a fim de quitarem a dívida que assumiram e manterem a empresa aberta.

“Queríamos fazer um filme original e não só uma continuação. Usamos referências do primeiro longa, mas com uma história completamente diferente. Começamos do zero”, diz Sudeikis, que se sentiu impulsionado a tornar a trama engraçada do começo ao fim.

“Fomos contra a mediocridade e a apatia. Há uma tonelada de piadas no longa, são mais de mil.

 

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave