Taxista é morto a facadas e tem orelhas arrancadas no Sul de Minas

Vítima de 72 anos teria iniciado a corrida em Perdões na noite dessa segunda (1º); corpo foi encontrado a 16 km, em uma estrada vicinal de Ribeirão Vermelho

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Um taxista foi morto a facadas em Ribeirão Vermelho, no Sul de Minas. De acordo com a Polícia Militar (PM), o corpo da vítima de 72 anos foi encontrado sem as orelhas na manhã dessa terça-feira (2). Ninguém foi preso.

Alcindo Naves de Carvalho teria saído de casa, na cidade de Perdões, a 16 km, na noite da segunda (1º) para fazer uma corrida. Por volta das 9h dessa terça (2), o Ecosport foi avistado por populares, abandonado às margens da BR-381. A PM foi acionada e buscas foram feitas na região. O corpo do taxista foi localizado em um estrada vicinal que dá acesso a Ribeirão Vermelho.

Além de diversos ferimentos provocados por faca, Alcindo teve as orelhas arrancadas e apresentava marcas de agressão por todo o corpo.

Ainda segundo os militares, nada teria sido roubado do carro. No entanto, apesar de o homem ser conhecido em sua cidade como uma pessoa de bem, a suspeita é que o crime tenha sido uma vingança. Câmeras podem ter flagrado o momento de embarque dos suspeitos do homicídio.

Nossa reportagem entrou em contato com a 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Lavras, na mesma região, mas o plantão não tinha qualquer detalhe sobre a investigação.

Leia tudo sobre: Ribeirão VermelhoLavrasPerdõesPMPolícia Civiltaxistafacadasorelhasagressãocrime