Funcionária morre após incêndio em prédio no centro de São Paulo

De acordo com os Bombeiros, a mulher, que é funcionária da universidade, teve uma parada respiratória e foi encaminhada ao pronto-socorro da Santa Casa, mas não resistiu

iG Minas Gerais | da redação / folhapress |

Uma mulher morreu na tarde desta terça-feira (3) após um incêndio atingir o 13° andar de um prédio na República, região central de São Paulo. Ela foi encontrada no edifício, localizado na rua Conselheiro Crispiniano, próximo ao Theatro Municipal, onde funciona a Uniesp.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a mulher, que é funcionária da universidade, foi encontrada no 14º andar. Ela teve uma parada respiratória e foi encaminhada ao pronto-socorro da Santa Casa, mas não resistiu. A corporação não informou o nome e a idade da vítima.

De acordo com a Polícia Militar, o incêndio começou por volta das 14h40. Cerca de 13 carros do Corpo de Bombeiros foram para o local para controlar o fogo.

A via, que é um calçadão, foi interditada. O incêndio reuniu dezenas de curiosos, tanto pedestres como pessoas dos prédios vizinhos, que pararam para ver o trabalho dos bombeiros.

Segundo professores e alunos da Uniesp, esse foi o segundo incêndio no prédio nesta quarta. Por volta das 11h30, professores e alunos tiveram que sair às pressas devido a um incêndio no piso térreo, que acabou controlado pelos brigadistas da própria universidade. Os professores voltaram, então, ao prédio para corrigir provas.

"Dali a uma hora, mandaram sairmos de novo", contou uma professora, que não quis ter o nome divulgado. "Esta época é de provas, está cheio de alunos fazendo provas. Inclusive, muitos descontentes com as notas", disse.

Leia tudo sobre: incêndiosão paulocentro