Felipão responde a Del Nero e pede reciclagem no futebol brasileiro

Futuro presidente da CBF criticou treinador e ouviu resposta

iG Minas Gerais | Folhapress |

Supersticioso Felipão espera que ferradura traga sorte em sua nova passagem pelo Grêmio
FLICKR OFICIAL/GRÊMIO
Supersticioso Felipão espera que ferradura traga sorte em sua nova passagem pelo Grêmio

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Grêmio, rebateu o futuro presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, que criticou o treinador gaúcho pela insinuação na semana passada de um favorecimento ao Corinthians.

No penúltimo domingo (23), o Corinthians derrotou o Grêmio por 1 a 0. Após a partida, Felipão, irritado com a arbitragem, disse que "não querem dois gaúchos na Libertadores".

Del Nero, atual vice da CBF e que assumirá a entidade em abril de 2015, criticou o treinador em entrevista para a rádio Globo. "Ele nos conheceu, conheceu a CBF, sabe como se trabalha. É um chororô do senhor Luiz Felipe, que lamentavelmente expôs [a acusação] e não deveria. Arbitragem erra, mas erra menos que os jogadores. Ele deveria treinar melhor os jogadores do que reclamar da CBF, de qualquer setor dela", afirmou.

Felipão rebateu nesta quarta-feira (3). "Eu disse em entrevista coletiva e está gravado, que não interessa a quem administra o futebol como empresa, ter duas equipes do sul e duas de Minas classificadas para a Libertadores. Em nenhum momento citei a entidade CBF. Que eu saiba, a Confederação Brasileira não é uma empresa e sim uma entidade que tem como obrigação ajudar o futebol brasileiro e que não tem fins lucrativos (...) É só prestar atenção no que eu disse. Pois se não ouviu era melhor não emitir opinião", disse Felipão.

"Quanto aos técnicos brasileiros se reciclarem, há sempre esta disposição dos treinadores. Mas seria bom que todos os setores do futebol brasileiro pudesse se reciclar e buscar melhorias de fato. E não só no discurso", finalizou o treinador sobre a frase em que Del Nero pede uma reciclagem de técnicos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave