Chilenos, mexicanos e colombianos; conheça os adversários do Galo

Cabeça da Chave 1, o Atlético terá que encarar o tradicional Colo-Colo do Chile e o Atlas do México; time mineiro aguarda agora a definição da equipe da Colômbia

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Título da Libertadores valorizou a marca do Atlético
RODRIGO LIMA/O TEMPO
Título da Libertadores valorizou a marca do Atlético

Na noite desta terça-feira, o Atlético conheceu os seus adversários na fase de grupos da Libertadores 2015. O Galo será o cabeça-de-chave do Grupo 1 e terá um caminho difícil ao ter que enfrentar times como o tradicional Colo Colo, do Chile, o Atlas do México e mais um colombiano ainda a ser definido. Conheça os adversários do Atlético na primeira fase do torneio:

Colo-Colo - Chile

Um dos times mais tradicionais do Chile, campeão da Libertadores em 1991, retorna ao principal torneio do continente após três anos de ausência. Vencedor do Clausura, feito que o classificou diretamente à fase de grupos da Libertadores, a equipe ainda possui a chance de faturar o Apertura.

Empatado em número de pontos com a Universidad de Chile, a equipe joga neste fim de semana contra o Santiago Wanderers. Em caso de igualdade na pontuação ao término do torneio, um jogo-desempate irá definir o campeão.

Em suas quatro últimas participações na Libertadores, os chilenos acabaram caindo na fase de grupos. Nesta sequência, em três oportunidades, rivais brasileiros cruzaram o caminho do Colo-Colo, e avançaram à fase mata-mata.

Atlas - México

Los Zorros (ou os Lobos) estão de volta à Libertadores. Com a quinta melhor classificação geral na Liga MX, a equipe, com sede em Guadalajara, garantiu sua vaga no torneio internacional ao ser eliminado pelo Monterrey, nas quartas de final de Torneio Apertura.

Em 2000, logo em sua primeira participação na Libertadores, o Atlas avançou à fase mata-mata, mas acabou caindo frente ao Palmeiras, nas quartas de final. Retornou ao torneio em 2008, e após uma ótima campanha na primeira fase voltou a tropeçar nas quartas de final, desta vez para o Boca Juniors.

O Atlas manda seus jogos no colossal estádio Jalisco, palco do tricampeonato mundial da seleção brasileira. Em seu plantel, rostos conhecidos no futebol brasileiro, entre eles o atacante Maikon Leite, ex-Palmeiras e Santos, autor do gol que selou a classificação do Atlas à Libertadores 2015.

Rival colombiano

O terceiro adversário do Atlético no Grupo 1 da Libertadores só será conhecido em dezembro. Campeão do Apertura, finalista da Copa Sul-Americana e algoz do Galo na Libertadores deste ano, o Nacional de Medellín é o único representante já estabelecido da Colômbia. A segunda vaga do país sairá do Torneio Finalización, que está na fase de quadrangulares e termina neste mês. Independiente Medellín, Santa Fe e Atlético Huila disputam palmo a palmo esta classificação. 

Leia tudo sobre: libertadoresatleticofase de gruposcolo-coloatlascolombia