Inquérito sobre fraude em exames será enviado à PF

Expectativa era que documento fosse entregue ainda na noite de ontem ao Ministério Público de Minas

iG Minas Gerais |

Delegado Antonio Junio Prado presidiu as investigações até agora
LEO FONTES / O TEMPO
Delegado Antonio Junio Prado presidiu as investigações até agora

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) vai enviar para o Ministério Público Federal (MPF), a Polícia Federal (PF) e o Ministério da Educação (MEC) informações sobre a fraude em vestibulares e no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Conforme O TEMPO mostrou em sua edição de ontem, 28 pessoas foram indiciadas por participação no esquema estourado pelo MPMG e pela Polícia Civil no mês passado. De acordo com informações do MPMG, o delegado Antonio Junio Dutra Prado concluiria o inquérito e enviaria o material para a Justiça até a noite de ontem. Foram indiciados membros da quadrilha que promovia a fraude e também candidatos aos vestibulares e ao Enem. O envio das informações para a PF, o MPF e o MEC deve ocorrer nos próximos dias. Apesar de uma expectativa da participação da Polícia Federal no caso, que envolve um exame nacional, a assessoria da corporação informou que ainda não há nenhuma convocação para iniciar investigações. Já o MPF também informou, por meio de sua assessoria, que não pode comentar o caso por ainda não ter recebido os dados do MPMG. Procurado ontem, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, também afirmou que ainda não possui informações sobre a fraude e que, por isso, não pode se posicionar. Trinta e quatro pessoas foram detidas por participar do crime. O grupo agia em pelo menos cinco Estados, entre eles Minas. Doze pessoas ainda estão presas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave