Ministro do STF manda soltar ex-diretor da Petrobras

Ministro Teori Zavascki pediu a revogação da prisão preventiva de Duque, que foi preso sob suspeita de desviar dinheiro da estatal

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

O ex-diretor de serviços da Petrobras Renato Duque, que estava preso desde o último dia 14, será solto. A determinação partiu do ministro do STF Teori Zavascki, relator da Operação Lava Jato na corte, que acatou um pedido da defesa.

Duque foi detido junto com outros 22 executivos e funcionários de empreiteiras suspeitas de participar de um esquema de fraude em licitações nas obras da Petrobras.

Em sua decisão, o ministro Teori Zavascki determinou que o passaporte de Duque seja apreendido. Ele não pode sair do Rio de Janeiro até que seja autorizado para tal.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave