Banco Central faz leilão de linha para enfrentar oscilações do câmbio

Autoridade monetária realiza manobra para suavizar as alterações do câmbio

iG Minas Gerais | DA REDAÇÂO |

O Banco Central (BC) fez nesta terça-feira(2) leilão de dólares com compromisso de recompra futura, o chamado leilão de linha. A autoridade monetária informou que a taxa de corte do leilão ficou em R$ 2,651. O BC anunciou oferta até US$ 1 bilhão e liquidação da operação de recompra em 2 de abril de 2015.

O BC já vem fazendo, diariamente, leilões de swap cambial. O leilão de linha é outra ferramenta que ajuda a suavizar as oscilações do câmbio. O programa de intervenções do Banco Central sobre o câmbio começou em agosto de 2013 e, em junho, foi estendido até pelo menos 31 de dezembro deste ano. A prorrogação prevê leilões de swap de segunda a sexta-feira e leilões de venda com compromisso de recompra em função das necessidades de liquidez do mercado de câmbio.

O dólar opera em alta nesta terça-feira. Às 15h48, estava cotado a R$ 2,5770 na venda, com variação positiva de 0,71%. No mês passado, a moeda norte-americana chegou a fechar cotada acima de R$ 2,60 pela primeira vez desde 2005.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave