Advogado do Avaí não acredita que o clube perca a vaga na Série A

Leão da Ilha terminou a Série B em quarto lugar, com 61 pontos, apenas um a mais que o América

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Icasa obtém liminar para disputar elite do futebol brasileiro
REPRODUÇÃO/ICASA
Icasa obtém liminar para disputar elite do futebol brasileiro

Em entrevista à imprensa catarinense, o advogado do Avaí, Sandro Barreto, declarou que o clube está tranquilo de que não vai perder a vaga na Série A de 2015 para o América. O Leão da Ilha terminou a Série B em quarto lugar, com 62 pontos, um a mais que o Coelho, quinto. No próximo dia 18 de dezembro, o Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) vai julgar o Icasa, que deve ser excluído da competição por ter acionado a Justiça comum reivindicando uma vaga na Série A.

Se o time cearense for excluído e todos o seus jogos invalidados, o América terminaria a Série B com 66 pontos e superaria o Avaí. “Essa possibilidade não tem nenhum tipo de amparo legal. O artigo 231, no qual o Icasa será julgado, não prevê exclusão de pontos ou remanejamento deles caso um time seja condenado”, declarou Sandro Barreto. Para tentar se garantir na elite nacional, o Leão da Ilha já conta até mesmo com o apoio da Federação Catarinense de Futebol (FCF). O  presidente da entidade, Delfim de Pádua Peixoto Filho, já adiantou que pretende comparecer ao julgamento no dia 18.

"Estou acompanhando de perto essa situação desde que ela envolvia o Figueirense no início do ano  e estarei presente dessa vez também. Não acredito nessas hipóteses levantadas que o Avaí poderia perder a vaga. Ele conquistou isso de maneira justa dentro de campo”, destacou Filho. No América, a diretoria aguarda pelo julgamento do Icasa e o clube fala até mesmo em acionar a Justiça comum para tentar garantir os seus direitos.