Jogadores do Palmeiras se reapresentam em semana decisiva

O técnico Dorival Júnior treinou a equipe com os portões fechados e só deve revelar maiores detalhes sobre os titulares minutos antes do jogo contra o Atlético-PR

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Marcelo Oliveira já fez a função de zagueiro em jogo da Libertadores
Reprodução/Instagram
Marcelo Oliveira já fez a função de zagueiro em jogo da Libertadores

Após a derrota por 3 a 1 para o Inter, na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras se reapresentou na manhã desta terça-feira (2) sem a presença dos jornalistas.

Assim como fez durante a semana passada, o técnico Dorival Júnior treinou a equipe com os portões fechados e não deve revelar maiores detalhes sobre os titulares diante do Atlético-PR, no domingo (7).

"Precisamos ter bastante responsabilidade. Sabemos da situação, mas temos que ter alegria também, trabalhar concentrados para conseguirmos o resultado", disse Marcelo Oliveira em entrevista coletiva.

Correndo risco de ser rebaixado pela terceira vez em sua história, o Palmeiras precisa vencer a partida para que a permanência na Série A não dependa de outros resultados.

Com 39 pontos, os palmeirenses ocupam a 16ª colocação, a apenas um ponto do Vitória (17º) e do Bahia (18º), que enfrentam, respectivamente, Santos e Coritiba.

"Temos que fazer a nossa parte para não precisar pensar no que está acontecendo do outro lado", acrescentou o volante.

Vetado no duelo diante do Inter devido a dores musculares na coxa esquerda, Valdivia vem fazendo tratamento intensivo para poder atuar no encerramento do Brasileiro.

ESTÁDIO

O local do confronto contra o Atlético-PR às 17h deste domingo ainda não foi definido. Temendo uma possível queda do Palmeiras à Série B, o Ministério Público solicitou à CBF a transferência do jogo --inicialmente agendado no estádio do clube-- para o Pacaembu, por motivos de segurança.

A nova arena alviverde não tem alambrado, o que facilitaria uma invasão de torcedores. "Jogo em qualquer estádio, o que eu quero é vencer o jogo. Se for no Allianz Parque sei que a torcida vai nos apoiar", opinou Marcelo Oliveira.

"Não penso em violência ou em invasão do campo, porque vamos entrar para vencer". A decisão do Ministério Público deve ser anunciada na tarde desta terça.

Leia tudo sobre: marcelo oliveirapalmeirasserie batletico paranaensez4