FIA autoriza Caterham a usar carro deste ano no Mundial de 2015

A equipe inglesa ainda precisa encontrar um comprador que esteja disposto a manter o time no grid na próxima temporada

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Com a fábrica fechada, time não deverá entrar em competição na América
Com a fábrica fechada, time não deverá entrar em competição na América

A Caterham poderá usar os carros com que disputou o Mundial de F-1 deste ano para competir na próxima temporada caso encontre um comprador que esteja disposto a manter o time no grid em 2015.

De acordo com Finbarr O'Connell, administrador da equipe, a Caterham já recebeu a autorização da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para que isso aconteça, mas a oficialização só virá nesta quarta-feira (3), depois que o assunto for tratado na reunião do Conselho Mundial da entidade, que acontece em Doha, no Qatar.

"Esta foi uma medida oferecida para ajudar a Caterham e a Marussia, mas qualquer time que estiver inscrito pode fazer o mesmo", afirmou O'Connell, que trabalha para a Smith & Williamsom, a empresa que está administrando a escuderia desde que ela foi colocado sob administração judicial.

Com esta permissão, a possibilidade de o time correr no próximo ano é maior, já que, mesmo que demore um tempo para encontrar um novo investidor, a Caterham não precisará desenhar e produzir um carro novo para a abertura do Mundial de 2015, que acontece em 15 de março, em Melbourne, na Austrália.

Apesar de ainda não ter fechado nenhum negócio, o administrador disse que há dois potenciais interessados em comprar a equipe.

A Caterham não disputou os GPs dos EUA e do Brasil após receber uma dispensa de Bernie Ecclestone e fez uma vaquinha na internet para arrecadar fundos para competir em Abu Dhabi, corrida que encerrou o calendário de 2014.

No caso da Marussia, a situação é mais complicada. Depois de anunciar no mês passado que estava fechando as portas, os equipamentos e carros da equipe serão leiloados daqui a duas semanas.

O time não disputou as três últimas etapas do Mundial e não encontrou nenhum comprador interessado em adquirir seus bens.

Leia tudo sobre: formula 1caterhamtemporada 2015fia