Pelé deixa UTI e não precisará passar por hemodiálise até quarta-feira

Rei do Futebol foi avaliado pelos médicos na manhã desta terça e fez novos exames que constaram uma evolução no quadro clínico

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Ex-jogador passou por procedimento cirúrgico nessa quinta-feira
Reprodução/Santos FC
Ex-jogador passou por procedimento cirúrgico nessa quinta-feira

Após grande susto nos últimos dias, Pelé parece estar no caminho da recuperação da infecção urinária. O Rei do Futebol deixou a UTI do Hospital Albert Einsten (SP), na manhã desta terça-feira, após passar por uma bateria de exames e uma avaliação médica. Segundo um novo boletim médico divulgado a pouco pelo hospital, os médicos também constaram que o ex-jogador não precisará passar por hemodiálise, tratamento de suporte renal, até esta quarta-feira, quando será reavaliado.

Segundo o boletim do Hospital Albert Eisten, Pelé está lúcido, e se alimenta bem, e já até consegue caminhar pelo quarto.

"O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) evolui bem e sem intercorrências médicas. Deambula pelo quarto. Após as análises clínicas e laboratoriais da manhã de hoje (terça-feira), não houve necessidade de retornar o suporte renal. Outra avaliação da função do rim será feita amanhã cedo. Permanece no mesmo leito, porém agora sob cuidados de semi-intensiva (terapia). Lúcido e se alimentando bem, mantém boas condições hemodinâmicas e respiratórias. Recebe os antibióticos por via endovenosa", divulgou o Hospital Albert Eisten.

Aos 74 anos, ex-atleta está internado desde a segunda-feira (24/11), quando exames de revisão de sua cirurgia de cálculos renais revelarem um quadro de infecção urinária. Na última quinta-feira, Pelé foi transferido para a UTI do hospital e precisou passar por hemodiálise, após agravamento da infecção que comprometeu o funcionamento dos rins do ex-jogador.