Quase 150 mil têm HIV, e não sabem

Mais de 12 mil pessoas morreram com o vírus no último ano, diz ministério

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. O Brasil tem cerca de 734 mil pessoas com o vírus HIV, mas, de cada cinco, uma não sabe que é soropositiva. E das que sabem, 191 mil não se tratam. Os números fazem parte do Boletim Epidemiológico HIV-Aids 2014, divulgado nesta segunda pelo Ministério da Saúde, em razão das celebrações do Dia Mundial de Luta contra a Aids.

“São dois desafios: trabalhar com esses quase 150 mil que têm HIV, e não sabem e, portanto, precisam fazer o teste; e, ao mesmo tempo, trazer para tratamento esses quase 200 mil que são HIV positivo, já sabem e que ainda não começaram o novo esquema de tratamento”, disse o ministro da Saúde, Arthur Chioro, ao jornal “O Globo”.

De acordo com o relatório, das 589 mil pessoas diagnosticadas com HIV (têm o vírus e estão cientes), 398,5 mil estão em tratamento. Ao todo, o país teve 39.501 novos casos em 2013 e 12.431 mil mortes em decorrência da Aids.

POR ESTADO. O Ministério da Saúde informou também que o coeficiente de mortalidade por Aids vem caindo nos últimos dez anos. Eram 6,1 mortes para 100 mil habitantes em 2004, número que diminuiu para 5,7 em 2013. Alguns Estados puxaram esse número para cima, como o Rio Grande do Sul (11,2 óbitos por 100 mil habitantes), Rio de Janeiro (9,1) e Amazonas (8,7). Na outra ponta estão Rio Grande do Norte (3,3) e Paraíba, Sergipe e Minas Gerais (3,5 cada). Estados com pequena população, como Amapá, Roraima, Rondônia e Acre, não foram considerados.

SUS. Outro dado relevante apontado pela pesquisa foi que, entre janeiro e outubro deste ano, o número de pessoas que iniciaram tratamento com antirretrovirais no Sistema Único de Saúde (SUS) chegou a 61.221, número 29% maior em comparação ao mesmo período de 2013 (47.506). O crescimento se deve à mudança de protocolo para oferta do medicamento: em dezembro do ano passado, o Ministério da Saúde estendeu o tratamento a todos os adultos infectados com o HIV, independentemente do estágio da doença.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave