A voz Celeste

iG Minas Gerais |

Saudações celestes, nação azul. A partida contra a Chapecoense foi realmente um treino de luxo para a garotada que espera uma oportunidade em 2015. Judivan e Hugo Ragelli, que vieram da base, mostraram entrosamento e estrela. Logo no primeiro jogo juntos como profissionais desenvolveram, junto com Marcelo Moreno, a trama que nos deu o gol de empate, evitando a derrota fora de casa. Acredito que para todo cruzeirense fanático não interessa se está valendo algo ou não. Se está com o manto celeste em campo, o torcedor assiste como se fosse final de campeonato, só depois pensamos friamente e nos lembramos que é apenas para cumprir tabela. Enfim, dia 7 está chegando, mais uma taça para a galeria, e essa é para demonstrar a ostentação histórica da nossa galeria, tetracampeão brasileiro, o maior e único clube de Minas que conquistou oito, repito oito títulos nacionais. Isso, sim, é tradição.

Avacoelhada

Dentro de campo, o Coelhão conquistou pontos suficientes para confirmar o acesso à Primeira Divisão. Apesar de a transpiração ter prevalecido sobre a inspiração na maioria dos confrontos, ainda assim, o time de guerreiros demonstrou capacidade até para disputar o título. Tanto é que terminou invicto contra os primeiros colocados. Venceu os dois jogos contra Ponte Preta, derrotou e empatou com o Joinville. Vale lembrar a participação do Moacir Júnior na montagem da equipe e a campanha do primeiro turno. Givanildo comandou a reação americana, depois da perda de pontos devido à falha administrativa. Flávio Lopes gerenciou a parte técnica e o harmônico ambiente de trabalho no Lanna Drummond. Mesmo com salários atrasados, os jogadores mostraram alto índice de comprometimento. Torcedores reconheceram e aplaudiram o empenho demonstrado.

A voz da Massa

Saudações alvinegras! Nesses últimos dias eu usei tanto esse espaço para zoar o time rival, que acabei deixando de falar das coisas do nosso Galão CAMpeão. Mas eu sei que os amigos leitores vão me perdoar, afinal, foi por uma boa causa, não? E também oportunidade de zoar o rival, nós sempre teremos. São muitos os assuntos em pauta no Galo: a renovação do contrato de Levir, jogadores com contrato vencendo, a mudança na presidência do clube, com a saída de Kalil e outros assuntos mais. Por falar em Kalil, quem não viu a entrevista coletiva que ele deu antes do jogo contra o Coritiba deveria procurar ver. Foi uma das entrevistas mais extraordinárias que eu já vi nos últimos tempos. Com aquela espontaneidade só dele, Kalil mostrou por que é o mais importante presidente da história do Galo. Vale a pena conferir. Ao longo da semana a gente fala de tudo isso. Aguardo vocês. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave