Permanência de Givanildo só deve ser definida depois do dia 11

Treinador deve aguardar pela eleição do Conselho de Administração para definir sua renovação de contrato

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

CHARLES SILVA DUARTE/O TEMPO
undefined

A definição da permanência do técnico Givanildo Oliveira para a temporada de 2015 só deve acontecer depois do dia 11 de dezembro, quando está prevista a eleição do Conselho de Administração do América. O treinador ficou sem contrato com alviverde após o encerramento da Série B, mas já adiantou que a sua vontade é de permanecer no clube para as disputas do Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Brasileiro.

Givanildo Oliveira chegou ao América em setembro para substituir Moacir Júnior, que deixou o clube após a derrota por 2 a 0 para o Boa Esporte, em jogo válido pela 22ª rodada da Série B. Em sua quarta passagem pelo alviverde, o treinador comandou a equipe em 15 partidas e teve um aproveitamento de 75,5%, com dez vitórias, quatro empates e apenas uma derrota.

Com ele no banco de reservas, o Coelho venceu Vila Nova-GO, Santa Cruz, Náutico, Portuguesa, Oeste, América-RN, Avaí, Luverdense, Ponte Preta e Sampaio Corrêa, empatou com Joinville, Atlético-GO, Paraná e Icasa e perdeu para o ABC-RN. O resultados fizeram o time chegar na última rodada com chances de conseguir o acesso à elite nacional, mesmo depois de perder os seis pontos no STJD pela escalação irregular do lateral-esquerdo Eduardo.

A vitória por 4 a 0 sobre o Sampaio Corrêa na última rodada não foi suficiente para garantir o acesso do América, já que o Avaí venceu o Vasco por 1 a 0 e acabou ficando com a quarta vaga. “Fizemos a nossa parte em campo, mas, infelizmente, não conseguimos a vaga. Agora, vamos esperar que o clube possa conseguir sua classificação na justiça no caso que envolve a exclusão do Icasa da série B”, ressaltou Givanildo Oliveira.

Leia tudo sobre: givanildo