Corpo do criador do "Chaves" é enterrado no México nesta segunda

Roberto Bolanõs morreu na última sexta (28), em Cancún, aos 85 anos, após anos sofrendo com problemas respiratórios

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Chaves - Well wishers wait for the arrival of the body of the late Mexican comedian, Roberto Gomez Bolanos for a memorial service at the Azteca stadium in Mexico City, Sunday, Nov. 30, 2014. The iconic Mexican comedian who also wrote and played the boy television character
Marco Ugarte/AP
Chaves - Well wishers wait for the arrival of the body of the late Mexican comedian, Roberto Gomez Bolanos for a memorial service at the Azteca stadium in Mexico City, Sunday, Nov. 30, 2014. The iconic Mexican comedian who also wrote and played the boy television character "El Chavo del Ocho" defined a generation for millions of Latin American children, died Friday at age 85. FOTO: Marco Ugarte/AP

Corpo do ator Roberto Bolaños será enterrado nesta segunda-feira (1°), no cemitério Panteón Francés, na Cidade do México, segundo informações divulgadas pela emissora mexicana Televisa. O horário do enterro não foi divulgado. Bolanõs morreu na última sexta (28), em Cancún, aos 85 anos, após anos sofrendo com problemas respiratórios.

Comediante mexicano, morto em Cancún, foi homenageado pela emissora Televisa, no último domingo (30), em uma grande cerimônia no estádio Azteca, na Cidade do México.

Momento de emoção

De pé, o público do estádio  Azteca recebeu o corpo de Bolaños aos gritos de "Se vê /Se sente /Chaves está presente" e saudaram sua mulher, Florinda Meza. Segundo a Televisa, que organiza a homenagem, 40 mil pessoas compareceram ao evento, número contestado por jornais locais, que apontam, no máximo, 20 mil pessoas na arena.

Em um primeiro momento, o público tomou as arquibancadas inferiores do estádio -com capacidade para cem mil pessoas. Bandeiras do Brasil, da Costa Rica e de outros países da América Latina, onde as produções de Bolaños foram fenômenos televisivos, eram agitadas o tempo todo. Em um determinado momento, o sinal da rede brasileira SBT foi transmitido nos telões da arena, com a apresentadora Eliana exibindo cenas do cortejo do corpo até o Azteca.

Horas antes da abertura dos portões da arena, fãs cantavam músicas, como "Que Bonita a sua Roupa", e repetiam bordões criados pelo ator. Muitos deles, segurando rosas, gritavam: "E agora, quem poderá nos defender?", para receber do público a resposta uníssona: "Eu, o Chapolin Colorado!".  

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave