Superintendente geral faz avaliação positiva da temporada americana

Alexandre Faria destaca consolidação de vários projetos e força do clube para crescer

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Superintendente diz que objetivo é dar a volta por cima, na Série B do Brasileiro
CHARLES SILVA DUARTE-12.1.2007
Superintendente diz que objetivo é dar a volta por cima, na Série B do Brasileiro

Com a eleição do Conselho de Administração marcada para o próximo dia 11, o América termina o ano de 2014 com uma avaliação positiva nas áreas administrativa e financeira. Segundo o superintendente geral do clube, Alexandre Faria, o alviverde conseguiu consolidar vários projetos, entre eles o término das obras do CT Lanna Drumond, a transferência da sede administrativa para o shopping Boulevard Shopping e a permuta do terreno no bairro Ouro Preto e do Três barras para a construção de apartamentos, que deverão render aos cofres do clube R$ 60 milhões.

“Economicamente falando, o América é um clube muito forte, que tem um patrimônio em torno de R$ 500 milhões a R$ 550 milhões e dívidas equacionadas, incluindo os impostos”, afirmou Alexandre Faria. Segundo o dirigente, na temporada de 2014 a diretoria partiu de um orçamento de R$ 13 para R$ 14 milhões para o futebol.”Tivemos receitas variáveis no período e o orçamento acabou ficando em R$ 22 milhões. Ainda temos as receitas como antecipado da venda do Rodriguinho e a venda do Matheus. O Clube está com salários em dia e tem situação financeira bastante equilibrada e com força para crescer”, declarou o superintendente.

Alexandre Faria destacou ainda as receitas do América com o Independência. Segundo ele, do ponto de vista do negócio, o estádio foi muito bom para o Coelho. “Temos uma participação na receita do estádio que nos rendeu algo em torno de R$ 1,4 milhão. Além disso, o clube fez do Independência a sua casa e, do ponto de vista institucional, o mundo interior hoje sabe que nós temos um estádio maravilhoso entre os que foram remodelados ou construídos para a Copa do Mundo”, ressaltou o dirigente, que destaca vários projetos do clube para 2015.

“Precisamos esperar para ver quem vai assumir. Mas posso adiantar que, entre as metas, já contratamos uma arquiteto que está fazendo projeto da concentração no CT Lanna Drumond. O hotel vai ser construído próximo da área onde está a sala de imprensa. Aí, sim, teremos consolidado o CT Lanna Drumond como um sonho que se tornou realidade. No Boulevard Shopping vamos inaugurar a sala de troféus e multimídia até o próximo ano e a loja do clube para o Natal”, disse o superintendente de futebol. Sobre o time para 2015, Alexandre Faria destaca que confia em um elenco forte.

“Vamos conversar com os atletas para definir as situações. Mas, eu acredito que o melhor é contar com cinco, seis atletas da base no grupo e cinco ou seis contratações pontuais. O sonho de todo o dirigente é o de não precisar contratar. Eu queria ter um time como o que foi campeão mineiro em 2001. Naquela oportunidade, o América contratou apenas o goleiro Fabiano e o restante do elenco foi todo da base”, destacou Alexandre Faria.