Boletim diz que Pelé continua sem hemodiálise, mas permanece na UTI

O Rei do Futebol passará por um período de observação, quando os médicos vão verificar se o seu rim consegue filtrar o sangue normalmente

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Brazilian soccer legend Pele acknowledges the crowd before a friendly soccer match between Brazil and Portugal Tuesday, Sept 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Stephan Savoia)
Associated Press
Brazilian soccer legend Pele acknowledges the crowd before a friendly soccer match between Brazil and Portugal Tuesday, Sept 10, 2013, in Foxborough, Mass. (AP Photo/Stephan Savoia)

O hospital Albert Einstein, em São Paulo, informou nesta segunda-feira (1º) que Pelé, 74, "evolui bem" e não terá necessidade de passar pelo processo de hemodiálise. O ex-jogador, porém, continua internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

"O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) evolui bem e permanece sob cuidados na unidade de terapia intensiva. Continua lúcido e estável do ponto de vista hemodinâmico e respiratório.

Considerando os parâmetros clínicos e laboratoriais, hoje não será necessário realizar procedimento de suporte renal. A antibioticoterapia permanece a mesma", diz o boletim desta segunda.

O tratamento temporário de suporte renal é contínuo e dura 72 horas. Iniciado na quinta-feira (27), foi encerrado como previsto inicialmente. Agora, o Rei do Futebol passará por um período de observação, quando os médicos verificarão se o rim do ex-jogador consegue filtrar o sangue normalmente.

Internado no hospital Albert Einstein desde segunda-feira (24), depois de exames de revisão de sua cirurgia de cálculos renais revelarem um quadro de infecção urinária, Pelé, 74, foi transferido para a UTI na tarde de quinta.

FAMÍLIA - Após visitar Pelé no sábado, Edinho, 44, declarou que seu pai está bem e que deve ter alta até o final da próxima semana.

"Estou muito feliz, muito aliviado, pois ele está com aspecto muito bom. Eu ainda não tinha o visto nesta segunda internação e estou muito satisfeito e feliz de ver que ele está se recuperando bem. Ainda não há previsão de alta, mas acredito que até o final da semana que vem ele já deve estar em casa", disse o filho do ex-jogador.

"Ele está se alimentando bem e reclama da fisioterapia e da concentração, como todo bom jogador. Ele está louco para sair, tem acesso à informação e está acompanhando tudo que está acontecendo aqui fora", acrescentou Edinho.