Tardelli afirma que Galo se acomodou em campo e reclama da arbitragem

Após derrota por 2 a 1 para o Coritiba, o atacante foi o primeiro a circular pelo gramado do Independência com a taça da Copa do Brasil e fez questão de festejar com a torcida

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE ATLETICO MINEIRO X CORITIBA NA ARENA INDEPENDENCIA EM BH,  VALIDA PELA 37 RODADA DA SERIE A DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2014.
NA FOTO:  ALEXANDRE KALIL

FOTOS: DENILTON DIAS / O TEMPO / 30.11.2014
DENILTON DIAS / O TEMPO
ESPORTES BH MG: LANCES DA PARTIDA ENTRE ATLETICO MINEIRO X CORITIBA NA ARENA INDEPENDENCIA EM BH, VALIDA PELA 37 RODADA DA SERIE A DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2014. NA FOTO: ALEXANDRE KALIL FOTOS: DENILTON DIAS / O TEMPO / 30.11.2014

As duas últimas rodadas do Brasileirão para o Atlético seriam apenas para cumprir tabela, já que a equipe de Levir Culpi garantiu vaga na Libertadores de 2015, após conquistar a Copa do Brasil, na última quarta-feira, e por isso não precisa mais correr atrás do G4. Porém, perder em casa diante da sua torcida não era bem o jeito que os jogadores queriam comemorar o triunfo inédito. Na noite deste domingo, o Atlético saiu derrotado por 2 a 1 para o Coritiba, pela 37ª rodada do Brasileiro, que com a vitória, conseguiu se livrar do “fantasma do rebaixamento e garantiu permanência na série A no próximo ano.

Mesmo com a derrota, o  Galo não fez uma partida ruim. Muito pelo contrário. O Atlético dominou o jogo na maior parte do tempo e bem que tentou furar a defesa do Coritiba, mas não conseguiu. O time alvinegro levou um gol dos paranaenses logo no início do jogo e ao se lançar demais ao ataque para empatar a partida, acabou expondo o setor defensivo para o Coxa, que não desperdiçou.

E ao final da partida, o atacante Diego Tardelli fez a sua avaliação da derrota alvinegra. “O Coritiba fez um gol no começo e e eles voltaram todo o time, ficou difícil uma infiltração. Também pelo momento de relaxamento, a equipe acomodou devido a final (Copa do Brasil) do meio de semana. Criamos força no final, mas já era tarde. A arbitragem foi ridícula, temos que lembrar isso aí”, explicou o camisa 9.

O craque não foi o único que reclamou do árbitro Pablo dos Santos Alves (ES) e de seus auxiliares. Vários atletas alvinegros saíram deixaram o gramado do Independência questionando a validação do primeiro gol do Coxa, que para eles estaria impedido e de um tento atleticano anulado ainda no primeiro tempo.

Mas passada as reclamações, foi a vez do torcedor que esteve no Independência comemorar o título inédito da Copa do Brasil junto com os jogadores. Após a partida, os atletas do Galo exibiram a taça do torneio e fizeram a famosa volta olímpica. E para Tardelli, este era um momento especial que o torcedor tinha que participar. 

“Tivemos que comemorar com o nosso torcedor, que não teve a oportunidade de ir em grande número ao Mineirão. Temos que comemorar nossa campanha na Copa do Brasil, a do Brasileiro, a gente merecia essa festa. Queremos agradecer de todo o coração porque a gente sabe a importância do torcedor no estádio, principalmente a nossa massa que grita, que torce, que sofre”, concluiu.