Casal briga, é preso e PM recolhe 40 armas e munição em Juiz de Fora

Homem era dono de empresa de vigilância; material estava com a documentação em atraso; motivação para o desentendimento foi o fim do relacionamento

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

Material estava na casa do suspeito
Polícia Militar/Divulgação
Material estava na casa do suspeito

Um casal foi preso, nesse domingo (30), após brigar em casa e no local ser encontrado 40 armas e mais de 400 munição de calibres diversos. O homem era dono de uma empresa de vigilância, que foi desativada e levou o material de trabalho para casa, em Juiz de Fora, na Zona da Mata.

De acordo com a Polícia Militar (PM), os policiais foram a uma casa no bairro Parque Independência III, onde estaria acontecendo uma briga e uma pessoa ameaçava a outra de morte.

Um homem e uma mulher que teriam terminado um relacionamento há pouco tempo se desentenderam no local. Ela, de 34 anos, pegou uma faca e o ameaçou. Em seguida, ela teria tentado pegar um revólver calibre 38, mas ele, de 50 anos, escondeu a munição.

Ainda com raiva, a mulher pegou uma vassoura, ameaçando danificar o carro do ex-companheiro e ele a impediu. Com isso, ela bateu nele com o objeto.

Ao aprender o material utilizado durante a briga, os militares também souberam que na casa havia uma grande quantidade de armamento. O suspeito confirmou e explicou que era dono de uma empresa de vigilância.

Foram recolhidos 35 revólveres calibre 38, três pistolas, uma carapina calibre 44 e revolver calibre 32, além das balas e 54 placas de colete a prova de bala. O material estava com a documentação em atraso.  

Leia tudo sobre: armascasalbrigaempresa de vigilância